50 Coisas que precisa de Saber antes de Viajar ao Panamá

O Panamá é um país com características peculiares determinadas tanto pela sua história como pela sua localização geográfica. Quando visitar o Panamá vai com certeza reparar e desfrutar dessas características. Neste artigo vamos explorar tudo o que precisa de saber antes de viajar ao Panamá apreciando as pessoas, o turismo, os melhores destinos e os custos de viajar no Panamá.

Estas são as 50 dicas de viagem que vos irão ajudar a entender o Panamá e tornar a vossa viagem mais fácil e agradável. 

Tudo o que precisa de saber antes de viajar ao Panama

O Panamá e os Panamianos

#1 O Panamá está localizado na américa central, no istmo do panamá, ligando a América do norte e a América do Sul. O Panamá apenas faz fronteira com a Colômbia a Sul/Este e com a Costa Rica a norte/Oeste. A costa norte é banhada pelo mar das Caraíbas enquanto que a costa sul é banhada pelo oceano Pacífico.

#2 O país tem o curioso formato de que “S” quase perfeito, com uma zona central de montanhas altas e zonas planas mais junto à costa. O ponto mais alto do panamá é o vulcão Baru em boquete. Curiosamente a partir do topo do vulcão (que se pode visitar) é possível ver ambos os oceanos, Pacífico e Atlântico.

#3 O Panamá tem apenas 4 milhões de habitantes, com uma densidade populacional de 56 pessoas por km2. A população panamiana é sobretudo formada por mestiços, mas também por grandes comunidades de índios, Africanos e Europeus.

A capital, cidade do Panamá, acomoda cerca de metade da população do país, com 1.5 a 2M de pessoas.

Coisas sobre viajar ao Panamá

#4 A língua oficial do panamá é o espanhol, mas muitas pessoas falam também inglês, pelo menos nos serviços mais relacionados com o turismo. Por isso, seja falando Espanhol (ou portunhol) ou inglês não deverá ter grandes problemas em comunicar.

#5 O Panamá é um país tropical com elevadas temperaturas durante todo o ano, e uma época das chuvas entre Dezembro e Abril. Ainda assim, é perfeitamente normal haver fortes chuvas durante algumas horas mesmo na época seca.

Uma coisa muito interessante (e positiva) sobre a localização do panamá é que este fica ligeiramente fora do famoso “hurricane belt”, ou seja, muito raramente é afetado por estas tempestades. 

Tudo o que precisa de saber antes de ir ao Panamá

#6 A época alta do turismo no panamá é durante a época seca, especialmente entre Fevereiro e Abril. Na nossa opinião, é também a melhor altura para se visitar o Panamá. 

Nós viajamos ao Panamá em Fevereiro/Março e estávamos um pouco preocupados por ser época alta e não gostarmos nada de lugares muito cheios, no entanto, nunca sentimos isso no panamá, nunca achamos o panamá demasiado lotado (pelo menos de turistas).

Assim, se é possível ter o melhor tempo possível e sem nenhum ponto negativo, porque não haveríamos de tirar partido disso?

Tudo o que preciso de saber antes de ir ao Panama
Ilha de Bastimentos

#7 Todo o país tem uma biodiversidade incrível, tanto nas montanhas como nas florestas, nos oceanos e até nas zonas costeiras.

Mas pode estar a pensar, quão diverso poderá ser um país tão pequeno? Por exemplo o panamá é o habitat natural de mais de 900 espécies de pássaros – mais que toda a américa do norte!

Panamá Viagens
O famoso sapo vermelho que dá nome à bela red frog beach

#8 O Panamá tornou-se independente duas vezes, inicialmente de Espanha em 1821 e de seguida da Gran Colômbia (que incluía Panamá, Colômbia, Venezuela e Equador) em 1903, e por isso tem dois dias da independência.

A Espanha governou o panamá desde o século XV até ao ano 1821. Durante este período o Panamá foi sempre um dos maiores entrepostos comerciais das américas porque era parte fundamental da rota que ligava os tesouros do Peru e a Espanha.

Panamá Guia de Viagens
Património cultura do Panamá

#9 Desde a sua segunda independência, os EUA têm sido extremamente influentes sobre o Panamá. De fato, o interesse dos Estados Unidos na construção do Canal do Panamá foi instrumental para a própria existência do país. Foram os EUA que construíram (ou terminaram a construção) do Canal e foram os EUA que o geriram até ao final de 1999.

O Panamá foi mesmo um protetorado americano por muitos anos, e ainda em 1989 os EUA intervieram militarmente e invadiram o Panamá. Ainda hoje é perfeitamente visível a quantidade de lojas, redes de fast food, expatriados e turistas americanos no Panamá.

O que preciso antes de visitar o Panamá?
Canal do Panamá

#10 Podem estar a questionar-se se o Panamá é um país seguro para viajar? Na nossa experiência, achamos o Panamá relativamente seguro pois nunca tivemos qualquer problema e nunca assistimos a nada de muito estranho. No entanto, vimos imensa polícia na cidade do Panamá. Desaconselhamos que caminhe à noite em alguns bairros, especialmente nas zonas que circundam o Casco Viejo.

Comparando o Panamá com os seus vizinhos, podemos facilmente afirmar que é um dos países mais seguros da América central, e até de toda a América Latina. Existe ainda alguma criminalidade (até mesmo violenta) mas muito raramente estas envolvem turistas. Note que a região de Durian é a óbvia excepção aqui, e os turistas são completamente desaconselhados a irem até lá.

Adicionalmente e apesar de não termos testemunhado nada de perigoso, os relatórios de segurança normalmente aconselham os viajantes a serem bastante previdentes e terem atenção a carteiristas e assaltos em transportes públicos, e em lugares turísticos e lotados.

Como sempre, aconselhamos que viaje sempre com seguro de viagem. Nunca se sabe o que pode acontecer numa viagem e para garantir que não estamos preocupados o seguro de viagem é crucial pois deve cobrir tanto custos médicos como perda e roubo de valores.

coisas para fazer na cidade do Panama - ir ao casco viejo
Ruas no casco viejo na cidade do Panamá

#11 Apesar de o Panamá ser uma das economias com crescimento mais rápido de toda a américa latina, a pobreza é ainda um problema grave. Existem sinais claro de pobreza extrema no panamá, e devem estar preparados para vê-los…

Na cidade do Panamá é mesmo muito visível a diferença entre pobres e ricos – eles estão muitas vezes lado a lado. Olhando para os indicadores económicos, estes confirmam esta percepção empírica pois o panamá apresenta um índice de Gini extremamente elevado (quanto maior o índice maior é a iniquidade do país).

Onde viajar no panamá?

#12 Caso esteja à procura de um destino turístico com altas temperaturas, praias paradisíacas, montanhas e vulcões, florestas tropicais e ainda um pouco de história e cultura, então o Panamá deverá estar entre as suas melhores opções. É possível obter tudo isto, num país relativamente pequeno e cheio de actividades para se fazer.

#13 O Panamá é sede de 5 locais património da humanidade da UNESCO, dos quais 3 são naturais e 2 são culturais. Existem ainda 2 lugares na lista provisória da UNESCO.

O três locais naturais são:

  • Parque nacional de Coiba – Lugar com uma excepcional número de mamíferos, pássaros e plantas endêmicos, e ainda algumas espécies ameaçadas.
  • Reserva de Talamanca-La Amistad – partilhado com a Costa Rica
  • Parque nacional de Darien – local com uma variedade incrível de habitats, incluindo costas rochosas e arenosas, manguezais, pântanos, e florestas tropicais.
Viajar Panamá - trilho dos quetzals

Enquanto que os locais culturais da UNESCO são:

  • Fortificações da costa caribenha do Panamá: Portobelo-San Lorenzo – São exemplos de arquitetura militar espanhola. Estes fortes foram construídos no séculos XVII e XVIII para proteger o istmo do Panamá devido à sua importância para o comércio colonial Europeu.
  • Sítio arqueológico do Panamá velho e o distrito histórico do Panamá – o Panamá é primeiro entreposto europeu na costa do pacífico das Américas. O distrito histórico é o substituto do século XVII da cidade original (Panamá viejo) e preserva o planeamento, arquitetura, e contém uma mistura de estilos espanhol, francês e americano.
coisas sobre viajar no Panamá

#14 A cidade do Panamá é única na américa central – é claramente o centro urbano mais desenvolvido de toda a região com imensos arranha-céus e um sector bancário e de serviços extremamente desenvolvidos. Infelizmente é também na cidade do Panamá que podemos observar muita da pobreza e miséria que referimos anteriormente.

Se estiver a fazer uma viagem de longo termo e precisar de fazer uma pausa para recarregar baterias numa cidade mais desenvolvida, então a cidade do panamá é a melhor opção na região. Devido ao clima e aos arranha céus, muitas pessoas normalmente comparam a cidade do panamá com Miami. 

O que fazer na cidade do Panamá
Arranha-Céus da Cidade do Panamá

#15 A cidade do Panamá não é uma daquelas capitais que os turistas possam ou devam ignorar, e que sirva apenas para entrar e sair do país (com por exemplo San José na Costa Rica). De fato, a cidade do Panamá tem bastante a oferecer, com o canal, o Panamá velho, o casco viejo, e toda a animação que a cidade tem.

Uma nota curiosa sobre a Cidade do Panamá, é que é a única capital que tem uma floresta tropical dentro dos seus limites urbanos.

Panamá Viajar - casco viejo
Vista para o Casco Viejo

#16 Durante bastante tempo nos debatemos se deveríamos ou não ir a San Blas… o percurso é longo, cerca de 5 horas para lá chegar, e depois outras 5 horas para voltar e é ainda bastante caro… Será que as ilhas valem mesmo a pena todo o tempo e dinheiro gasto? Agora que lá fomos, podemos afirmar que se forem minimamente parecidos conosco, não há dúvida possível: Devem ir a San Blas, e visitar um dos lugares mais bonitos do mundo! 

Felizmente já tivemos a oportunidade de ir a algumas das praias mais famosas (e mais bonitas) do mundo como Koh Rong e Koh ta Kiev no Camboja, Zlatni Rat na Croácia, a Maya Bay na Tailândia, as ilhas Perhentian na Malásia, ou ainda o parque Manuel António e Cahuita na Costa Rica, mas nenhuma delas é tão bonita como San Blas.

Em San Blas, o que se vê nas fotos é aquilo que se obtém quando se visita: centenas de pequenas ilhas com areia suave e água azul transparente. Mais, durante a maioria do tempo que por lá se está apenas se tem que partilhar cada ilha com algumas outras pessoas. Se tiver sorte com ninguém, como nos aconteceu durante algumas horas.

San Blas - o melhor de viajar no Panamá
San Blas

#17 Agora que já estão convencidos que deve visitar San Blas, devem ter em atenção que em San Blas não há telefone (nem internet), o acesso à eletricidade é muito limitado, e estão no território dos Guna Yala.

Os Guna Yala são um dos povos indígenas do Panamá e as ilhas de San Blas são o seu território. A Comarca de San Blas é uma região auto governada, mesmo para entrar na comarca é obrigatório que leve o passaporte, tal como se estivesse entrando num outro país.

Panamá Guia de Viagens

#18 Se por alguma razão (misteriosa) decidir não ir a San Blas, mas ainda assim quer visitar praias no Panamá, então a vossa melhor opção é provavelmente Bocas del Toro. Bocas del Toro, em especial Bocas town, é muito popular entre backpackers pela noite e festas, mas existe vida além disso em Bocas.

Bocas é provavelmente a maior hub de backpackers do Panamá, mas ainda mantém um certo charme, especialmente a vista que se obtém quando se chega de barco, com todas as casas sobre a água. Além disto, Bocas é bastante mais limpo do que esperávamos pois tínhamos lido. Uma das formas mais agradáveis de visitar Bocas é alugando uma bicicleta e dar umas voltas pela ilha, e explorar a sua costa.

O que preciso de saber para ir ao Panamá?

#19 Apesar de tudo, se procurar uma experiência mais autêntica e numa ilha menos popular, Bastimentos poderá ser uma boa opção. Não achem que é uma ilha sem turistas, existem imensas guest houses, hostels, e até hotéis em Bastimentos, mas a ilha é grande e tem imensos lugares maravilhosos com muito pouca gente.

Por outro lado, old Bank, a aldeia mais tradicional de Bastimentos foi um grande desapontamento. É bastante sujo e em geral tem mau aspecto. Por outro lado, é um local onde é fácil encontrar alojamento muito barato antes de se dirigirem às maravilhosas praias do outro lado da ilha.

o que fazer no Panamá?

Em Bastimentos, aconselhamos que tire um dia completo para fazer uma caminhada pela ilha e descobrir muitos dos belos lugares que existem na ilha. É uma aventura e com um grande prémio no fim, a pollo beach.

coisas sobre o panamá
Nada mal…

#20 Boquete é uma pequena cidade de montanha localizada na base do vulcão Baru (extinto). Toda a região de Boquete é famosa pelas imensas caminhadas pela floresta. Notem que devido à altitude esta não é uma floresta normal, é uma “floresta nublada” (cloud forest) devido ao constante nevoeiro e humidade.

fatos interessantes sobre o Panamá

O trilho mais famoso de Boquete é o trilho dos Quetzales. Este é um trilho com apenas 8 km, onde se caminha desde os 1800 metros até cerca de 2400 metros de altitude, sempre através da densa e húmida floresta nublada. Apesar de apenas serem 8km é um trilho para todo o dia.

viajar no Panamá

#21 Não é possível atravessar a fronteira terrestre para a Colômbia! A zona de Darién no Panamá é uma das regiões mais inóspitas do planeta. Não só a selva é incrivelmente densa, como é muito húmida, pantanal e cheia de doenças tropicais, como não há estradas para a fronteira.

Como se tudo isto não fosse suficiente para manter os viajantes afastados, esta área é dominada por grupos armados, organizações criminosas e de tráfico de droga. Esta é uma das poucas situações em nós dizemos claramente que é muito má ideia lá ir.

#22 Por todas as razões explicadas acima, nós esperávamos ver imensos turistas americanos no Panamá, mas surpreendentemente a maiorio dos turistas que vimos eram europeus, sobretudo Franceses e Alemães. Há como é óbvio alguns americanos, muitos até, mas dada a proximidade política e geográfica, esperávamos muitos muitos mais.

tudo sobre o Panamá

O que comer e beber no Panamá?

#23 Uma das razões que nos fazem adorar viajar é experimentar novas comidas, especialmente as tradicionais de cada país e região nova que visitamos. Neste aspecto, o Panamá desapontou bastante. Nós até nem tínhamos grandes expectativas pois o feedback que tínhamos de outros viajantes não era muito positivo, mas ainda assim ficamos desapontados.

#24 Então, qual é o problema da comida panamiana? Em geral achamos a comida no panamá:

  • Pouco saudável, com imensos pratos fritos, carboidratos e poucos vegetais.
  • Falta de condimentação e especiarias – o que se traduz em comida com sabores pouco intensos

Por outro lado poderemos ter sido extremamente infelizes nas nossas escolhas, de restaurantes e pratos…

O que comer no Panamá

#25 Como em tudo na vida há exceções, e aqui a exceção é o ceviche pois era excelente! Ceviche é feito a partir de peixe cru que depois é curado com citrinos e condimentado com diversas especiarias, ají, pimentão, cebola picada, sal e coentros.

melhores coisas para comer quando se visita o Panamá
Ceviche

Apesar das origens do Ceviche não serem claras, crê-se que tenha sido criado no Peru e depois difundido para o resto da América Latina, incluindo o Panamá. Actualmente o prato é extremamente popular em toda a américa central e do sul.

No Panamá o melhor lugar para comer ceviche é o mercado de mariscos na cidade do Panamá e foi lá que tivemos uma das nossas melhores refeições no Panamá. Este é um destino a não perder!

coisas que preciso de saber sobre o Panamá
mercado do peixe

#26 Outros pratos populares que irá com certeza encontrar no panamá são:

  • Sancocho – uma sopa tradicional feita com galinha, vaca cebolinha, tomate e cebola amarela;
  • Ropa Vieja – Carne picada com especiarias, geralmente servida com arroz de coco e banana frita (patacones)
  • Frango frito – frango panado frito (tipo kfc), e encontra-se em literalmente em todo o lado!
  • Peixe frito – normalmente o peixe do dia, o que significa que é fresco, mas pode ser literalmente qualquer peixe.
  • Casados – isto é simplesmente arroz e feijão (não arroz de feijão). É o acompanhamento base de quase qualquer prato nos restaurantes, incluindo o frango e o peixe frito.
  • arroz de pollo – é simplesmente arroz de frango
O que comer quando se vai ao Panamá

#27 As pequenas tascas de fast food ou de comida de rua no panamá são normalmente chamadas de fondas e é onde é possível comer comida panamiana tradicional de forma barata. Vai encontrar fondas em literalmente todo o lado, e normalmente estarão cheias de locais e por vezes alguns turistas. 

No Panamá poderá igualmente encontrar bastantes vendedores de rua a vender os habituais hot dogs, hamburgers e os mais panamianos frango frito e arepas.

o que saber quando se vai ao Panamá

Se gosta de comer em cadeias de fast food quando está a viajar então irá gostar bastante do Panamá, especialmente na Cidade do Panamá. Existem imensos restaurantes de uma quantidade incrível de franchises… Mcdonald’s, Burger King, Carls Junior, Taco Bell, Subway, KFC, Pizza hut, Domino’s, etc…

#28 Como seria de esperar num país tropical as frutas no Panamá são deliciosas. É possível e provável que coma alguns dos melhores ananases, mangas, e melancias da vossa vida. Estes normalmente serão coloridos, suculentos e muito aromáticos, e o melhor é que os preços são razoáveis, semelhantes ao que encontramos em Portugal por exemplo, mas muito muito melhores.

Como sempre, sugerimos que dê preferência aos vendedores locais em vez das grandes cadeias de supermercados. Dessa forma, garante que a fruta é de qualidade e localmente produzida, e está a dar diretamente à comunidade local.

Sempre que se encontra um país ou região com óptima fruta, os sumos naturais e os batidos costumam ser igualmente bons. O Panamá não excepção e lá o sumos são chamados de sucos ou naturales.

#29 O Panamá é famoso pelo seu café intenso e muito aromático. É praticamente impossível de ir ao Panamá e não experimentar o seu famoso café. Ao pequeno almoço é sempre servido café, mas é também servido durante o dia e até durante as refeições.

Panamá dicas de viagem
Café e Pequeno Almoço no Panamá

#30 Dentro do café panamiano temos de mencionar o Geisha coffee, produzido na zona de Boquete. Este é considerado um dos melhores cafés do mundo, e igualmente um dos mais caros. Se tiver a oportunidade, experimente, até porque apesar de ser caro (custa entre 7-10USD), na Europa custará muito mais, até 10x mais!

Se for realmente um apreciador de café e quiser aprender mais, existem bastantes tours acerca de café, onde se visita as plantações e se dá a conhecer todo o processo que o café passa. A maioria destes tours são na região de Boquete.

#31 O panamá é igualmente um grande produtor de chocolate, especialmente chocolate orgânico de elevada qualidade. Quando estiver em Boquete ou na cidade do panamá, aproveite para visitar uma das muitas coffee shops e experimente tanto o café como o chocolate. Vale a pena.

#32 Por fim a água… notem que na cidade do panamá e na maioria das outras cidades é seguro beber água da torneira, no entanto, noutros zonas como em Guna Yala e em Bocas poderá não ser tão seguro. Por isso, talvez seja melhor comprar água engarrafada, e é aqui que as coisas ficam um pouco estranhas…

Tentamos umas 5 ou 6 marcas de água e todas (com excepção da marca Nestlé Life) era horrível, parecia que sabiam a terra… Talvez fosse o calor, mas defen ificamente havia algo de estranho com a água… Seja como for, aconselhamos a água Nestlé…

Panama travel Guide

Dinheiro e custos de viajar ao Panamá

#33 Qual a moeda oficial do Panamá? A moeda oficial do Panamá é o Balboa, mas a palavra chave aqui é “oficial” pois o Panamá não imprime notas de Balboa e a moeda real, usada no dia a dia é o dólar americano. O câmbio entre o USD e o Balboa é fixo e igual 1. USD=1 Balboa.

Assim sendo, os multibancos obviamente apenas dão Dólares e além da moedas (com valor até 1 USD) não irá encontrar Balboas em mais nenhum lugar. É um sistema semelhante ao do Camboja e do Zimbabwe.

Panama fatos
Canal do Panamá, a maior fonte de dinheiro do país

#34 O que é que tudo isto significa? Podem trazer e utilizar dólares americanos livremente. Isto torna a vida de um viajante muito mais fácil pois não precisa de estar constantemente a cambiar os valores pois estará usar notas familiar e um câmbio familiar.

No entanto, notem que não devem levar notas de valor elevado (50 e 100 USD) nem andar com muito dinheiro com vocês. Primeiro porque existem muitos lugares que não aceitam as notas grandes, segundo porque pode ser perigoso andar com muito dinheiro.

#35 Uma outra razão para trazer algum dinheiro (dólares) é que não teria de pagar taxas multibanco. Todos os multibancos que experimentamos no Panamá, cobraram taxas de levantamento, e taxas pesadas. O valor médio que pagamos foi de 5 USD por levantamento. Daí que seja importante levantar dinheiro o mínimo de vezes possível.

Viajando ao panamá

#36 Algumas (bastantes) lojas não aceitam cartões e muitos lugares não têm sequer multibancos, por isso garanta que tem sempre dinheiro para pagar as contas. Lemos alguns artigos a afirmar que por vezes alguns estabelecimentos cobram uma taxa extra para receber pagamentos eletrónicos, mas isso nunca nos aconteceu, e nós tentamos sempre pagar com cartão de forma a minimizar a necessidade de levantamentos.

Se estiver a planear ir a San Blas, garanta que leva dinheiro para efectuar todos os pagamentos necessários. Não existem multibancos nas ilhas nem é aceite qualquer outra forma de pagamento que não seja dinheiro. Por outro lado em Bocas town, existem imensos multibancos mas em Old Bank voltamos à necessidade de levar cash pois não são aceites cartões nem para levantamentos nem para pagamentos.

visitar o panamá

#37 O Panamá é um país relativamente caro para se viajar, especialmente na comida, mercearia, e nos tours/actividades. O alojamento é uma das poucas coisas em que é relativamente fácil poupar, desde que não se importem de ficar em guest houses e hostels.

Assim, o Panamá é um dos países mais caros da América Central, apenas a Costa Rica está ao mesmo nível (ou mesmo acima) do Panamá.

Things you need to know about traveling in Panama

#38 Para a vossa referência, durante as nossas viagens pelo Panamá gastamos no total 103 USD por dia, ou seja, 51,5 USD por pessoa por dia (viajando como um casal). É possível, mas não fácil, reduzir este valor um pouco, talvez 5-10USD… Mais que isso estará provavelmente a estragar a experiência de viagem.

Relembramos que este valor inclui todas as despesas que tivemos durante a viagem, ou seja, inclui alojamento, comida, transportes internos, tours, actividades e até taxas de multibanco e bancárias, etc. Ou seja, absolutamente tudo o que gastamos no Panamá, com excepção aos custos de voos, pois isso varia imenso, e de acordo com época do ano e a origem. Notem que a ida a San Blas, empola um pouco o valor médio do custo de viajar no Panamá, mas mais uma vez: vale bem a pena!

guia viagens panamá
Ilha de Aroma no Panamá

Como viajar no Panamá

#39 Viajar no Panamá usando transportes públicos é muito fácil. Existem bastantes transportes para todas as principais cidades e atrações turísticas, e para os raros locais onde não há, ou para onde forem demasiado demorados, existem sempre shuttles. Ainda para mais, as camionetas são bastante baratas e ajudarão a manter o orçamento sob controlo.

Aqui estão algumas coisas que deve ter em mente se estiver a equacionar viajar pelo Panamá usando transportes públicos:

  • Leve sempre roupas quentes para quando estiver viajando em autocarros de longo curso – por alguma razão que ninguém entende, eles põem sempre o ar condicionado no máximo dentro dos autocarros. Mesmo que estejam 30º lá fora, espere pelo menos 15º dentro dos autocarros.
  • Apesar do que é dito em imensos sites turísticos, é possível comprar o metrocard no aeroporto. Como? Simples, dirija-se às máquinas que vendem os cartões sim e lá terá o metrocard à venda. Estas máquinas estão localizadas junto das portas de saída do aeroporto.
  • Tanto quanto me lembro, eles custam 5 USD mas já vêm com 3 USD de saldo. Uma coisa muito positiva é que várias pessoas podem usar o mesmo metrocard.
  • Se não houver autocarros diretos entre as cidades que quer visitar, verifique se há shuttles e o seu preço. Por vezes por valer a pena.
  • Nós aproveitamos para apanhar o shuttle entre Boquete e Bocas town e fo um bom negócio, pois poupamos 3 horas de viagem gastando apenas mais 5-10 dólares.
  • Existe apenas um comboio no Panamá, que liga Colón com Cidade do Panamá, atravessando assim completamente o istmo do Panamá. Infelizmente não tivemos a oportunidade de utilizar o comboio, ma está na nossa Bucket list pois é um dos caminhos de ferro mais relevantes do mundo e é também uma muito agradável viagem para se fazer a partir da cidade do Panamá.
Onde ir no Panamá

#40 Quando estivemos no Panamá nunca sentimos a necessidade de alugar carro pois sentimo-nos muito confortáveis usando transportes públicos e os eventuais shuttles. Ainda assim, temos algumas dicas para partilhar caso deseje alugar um carro no Panamá:

  • Vocês não vão querer conduzir na cidade do Panamá pois poderá tornar-se rapidamente um autêntico pesadelo, em termos de trânsito e oportunidades para estacionar.
  • Por vezes todo o barulho, confusão e tráfego fazia-nos ter flashbacks da nossa experiência em Angola. Sim, era assim tão mau…
  • Quando o trânsito fica mau, os panamenhos tornam-se outras pessoas, parecendo completamente alucinados e a conduzir como loucos, o que obviamente só torna o trânsito ainda pior…
  • Fora da cidade do Panamá a história é completamente diferente, o trânsito é muito mais fluido e tudo é muito mais relaxado.
  • A nossa sugestão é simples, alugue carro apenas quando estiver a sair da cidade do Panamá e tente sair da cidade assim que possível e de preferência numa altura de pouco trânsito.
  • Existem algumas portagens na Cidade do Panamá. nomeadamente no corredor norte e no corredor sul, e estas têm de ser pagas eletronicamente.
  • Se estiver a planear conduzir para a comarca dos Guna Yala, note que as estradas são pavimentadas mas com alguns buracos.
  • O grande problema é que os últimos 30-40km são realmente muito inclinados e com curvas apertadas. Suponho que qualquer carro consegue fazer a estrada, mas a verdade é que todas as companhias que organizam tours usam SUV’s para tornar a viagem mais rápida e confortável.
Tudo sobre o Panamá
estação de Albrook na cidade do Panamá

#41 Voltamos a insistir que dentro da cidade do Panamá o melhor é evitar conduzir e o uso de transportes públicos. A rede de transportes funciona relativamente bem, com bastantes alternativas como o metro, autocarros, táxis, Uber (e similares) e os famosos diablos rojos. Entre todos estes irá sempre encontrar uma ou várias forma de chegar ao seu destino.

#42 Os famosos Diablo Rojos (Diabos vermelhos) são os táxis colectivos do Panamá, o equivalente aos candongueiros em Angola ou as Vans no Brasil.  Eles são quase uma instituição no panamá, mas têm vindo a ser substituídos por autocarros normais nos últimos anos. Os Diabos vermelhos são antigos autocarros escolares americanos que foram transformados em colectivos com um aspecto no mínimo louco, e por isso são famosos pelas suas cores brilhantes e música alta.

Como turista tenho que dizer que adorei os Diablos Rojos e o seu estilo colorido e cheio de luzes e graffiti para chamar atenção dos clientes e por isso quando tivemos oportunidade experimentamos andar num deles, no caso entre David e Boquete. Foi perfeitamente seguro, fácil e até relaxado. Aliás, foi neste diablo rojo onde acidentalmente paguei a mais e eles vieram atrás de mim para de dar o troco… por isso… bem, tirem as vossas próprias conclusões mas não é algo que aconteça em muitos lugares.

fatos sobre viajar ao Panamá
Diablo Rojo

Outras informações relevantes sobre viajar ao Panamá

#43 Tal como seria de esperar, é bastante fácil obter WIFI no Panamá, pois qualquer hostel, guesthouse, ou hotel o oferece grátis. No entanto, devem notar que por vezes este WIFI é lento e a ligação pouco estável. Nas San Blas, não há WIFI nem sequer dados móveis…

Caso necessite de dados móveis, é fácil comprar um cartão de dados móveis no aeroporto e em imensas lojas espalhadas pelo país, embora seja bastante mais caro no aeroporto. Os dados móveis são bastante baratos no Panamá. Com um cartão movistar, nós gastamos apenas 5 USD por semana… Mais, com a Movistar temos direito a roaming grátis nos outros países da América Central. Nós nuncas experimentamos outras empresas, mas é possível que tenham ofertas semelhantes.

#44 A maioria das actividades devem ser feitos de manhã ou ao início da tarde. Praticamente todos os tours começam bastante cedo e os parques nacionais fecham às 16-17 horas. Por isso, para tirar o máximo partido do Panamá esperem ter de acordar cedo.

Além disso, tenha em consideração que ao meio dia pode ser demasiado quente para fazer o quer que seja no exterior, e que à noite existem bastantes lugares onde não é aconselhável andar a explorar, especialmente em alguns bairros da Cidade do Panamá.

Como viajar no Panamá
Viajanto até Bocas del Toro

#45 No Panamá as entradas de eletricidade são do tipo A e tipo B, semelhantes aos usados no resto da América Central, na América do Norte, China e Japão. A voltagem standard é de 110V e a frequência é de 60Hz, também semelhante à América do Norte e Central.

Caso necessite de comprar um adaptador, aconselhamos este Adaptador Universal.

#46 O que levar para o Panamá? Tal como dissemos acima, o Panamá é uma país quente, tropical e com elevados níveis de humidade, possibilidade de chuva quase todo o ano e com imensas quedas de água, praias e locais de snorkeling. Para estar prevenido para todas estas questões aconselhamos que leve os seguintes items:

  • Capa impermeável para o telemóvel: No Panamá estamos sempre perto de água, seja por estarmos em ilhas, procurando quedas de água, ou fazendo trilhos na floresta nublada… Daí que dar uma maior protecção ao telemóvel é boa ideia;
  • Bom Power Bank – Quando se está a viajar o acesso à internet pode ser reduzido pelo que um powerbank pode-se tornar um bem muito valioso para podermos continuar a ter telemóvel e máquina fotográfica.
  • Casaco de chuva leve – No Panamá a chuva é sempre uma possibilidade real, mesmo na época seca. Se estiver a planear ir a Boquete ou a qualquer floresta nublada, então o casaco de chuva é completamente obrigatório. Casaco de chuva para mulher.
  • Repelente – Tal como seria de esperar num país tropical com uma vida selvagem tão vibrante, os insectos estão em todo o lado. Eles (especialmente os mosquitos) são também o mais perigoso animal que encontrará. Não vá ao Panamá sem levar repelente.
  • Almofada de viagem – Isto será útil não só na viagem para o Panamá, que provavelmente será bem longa, mas também para as longas viagens de autocarro dentro do país. Veja aqui o nosso guia completo sobre Almofadas de Viagem.
  • Go Pro – Durante esta viagem é muito provável que vá a lugares lindíssimos e faça algumas actividades mais aventureiras… uma Go Pro é a câmara perfeita para guardar estes momentos para sempre.
  • Mochila/saco à prova de água – Se estiver a pensar em fazer snorkeling, mergulho, kayak ou qualquer actividade que meta água, deve equacionar levar um saco a prova de água onde possa guardar os seus bens, especialmente câmaras, telemóvel, computador, documentos, dinheiro… o que for…
  • Sapatilhas de caminhada/corrida – independentemente do tipo de viajante que sejam, tenho a certeza que irão caminhar muito… Mas se quiserem fazer trilhos pelas florestas, devem mesmo levar calçado adequado, ou seja, sapatilhas leves e frescas. 
  • Equipamento de Snorkeling – O Panamá tem locais de snorkeling fabulosos e muitas vezes estão mesmo junto à praia. Se levar o equipamento consigo, irá muito rapidamente recuperar o investimento feito. Nós fizemos as contas e só numa viagem poupamos mais do que o que gastamos no equipamento.
  • Mochila de dia – Para nós, uma mochila mais pequena é fundamental em qualquer viagem, e o Panamá não é excepção. Na realidade o Panamá é dos destinos onde uma pequena mochila é mais útil pois existem imensas pequenas viagens que se pode fazer, onde não dá jeito nenhum ter de levar a mochila completa.
fazendo snorkel em San Blas, Panamá

#47 Achamos que o Panamá é um país relativamente limpo, ou pelo menos que está a fazer um esforço para melhorar neste aspecto. Mesmo assim, na capital, ainda existe muito para fazer pois há bastante lixo no chão, especialmente latas e sacos de plástico.

Em geral as atrações turísticas estão bastante limpas, mas algumas das comunidades locais são ainda bastante sujas. Nós ficamos mesmo muito desapontados com o Old Bank em Bastimentos. San Blas por outro lado, é muito mais limpa, mas ainda assim nas comunidades locais era bem mais suja do que nas ilhas turísticas… Uma pena.

Viajando no Panamá
Comunidade dos Guna Yala em San Blas

#48 Que souvenirs devemos comprar no Panamá? Uma das nossas coisas favoritas para fazer num país novo é comprar souvenirs, e prendas típicas para nossos amigos e famílias. O Panamá tem algumas opções muito interessantes e até fáceis de levar na mochila, como por exemplo:

  • Chapéu do Panamá
  • artesanato local, especialmente em San Blas feito pelos Guna Yala.
  • Café Panamiano
  • Chocolate Panamiano
  • Sandálias do Panamá

Dica: Perto do mercado dos mariscos da cidade do Panamá existe um mercado de artesanato onde é possível encontrar imensas coisas a preços atrativos.

Como visitar o Panamá

#49 É necessário visto para ir ao Panamá? Uma das coisas fixes acerca do Panamá é que existem imensos passaportes que não precisam de visto anterior à viagem. Ainda assim, deve notar que quando estiver a chegar ao Panamá é muito provável que lhe seja pedido um bilhete de saída do país e até comprovativo de meio de subsistência. 

Normalmente é a companhia aérea que confirma se tem bilhete de volta, e caso não tenham pode até impedi-los de embarcar. A impressão do bilhete de volta e um cartão de crédito com mais de 500 USD é suficiente para evitar qualquer problema. Apesar de todas estas regras nunca tivemos qualquer problema em entrar no Panamá, e não nos foi pedido nada, nem bilhete de volta nem meios de subsistência.

#50 Existem vacinas obrigatória para viajar ao Panamá? Não há vacinas obrigatórias para entrar no PAnamá, e por isso não é necessário levar o boletim de vacinas internacional. No entanto, é aconselhável que tome todas as vacinas de rotina e que vá à consulta de viajante de forma a obter toda a informação médica relevante.

De qualquer forma notem que existe no Panamá malária, dengue e zika… Usem sempre uma rede mosquiteira e repelente!


Resumindo, o Panamá é um excelente destino turístico para viajantes aventureiros e pessoas que procuram praias espetaculares e trilhos incríveis! Ou seja, tudo aquilo que nós gostamos!

Guia de Viagem para o Panamá recomendado

Lonely Planet Panama (Travel Guide)