50 coisas que precisa de saber antes de viajar à Bélgica

Nós gostamos da Bélgica, gostamos mesmo muito da Bélgica… Tem boa comida, uma história interessante, e bastantes destinos interessantes para se visitar. Já fomos à Bélgica sozinhos e em casa. A Cláudia até já viveu, estudou e trabalhou na Bélgica durante algum tempo pelo que pode-se dizer que conhecemos o país bastante bem. Estas são as 50 coisas que precisa de saber antes de viajar à Bélgica.

Bélgica e os Belgas

#1 A Bélgica está localizada na Europa Ocidental fazendo fronteira com os Países Baixos, Alemanha, Luxemburgo e França. Além disto tem cerca de 70 km de costa no Mar do Norte. Apesar de ser um país relativamente pequeno a Bélgica tem cerca de 10 M de habitantes, o que faz com que seja um país com elevada densidade populacional.

#2 O clima na Bélgica é marítimo temperado, com elevada precipitação em todas as estações do ano, tal como no resto do Noroeste Europeu. Os Invernos são normalmente frescos com temperaturas que baixam frequentemente dos 0 graus, enquanto que os Verões são relativamente quentes com as temperaturas máximas a chegarem frequentemente acima dos 30 graus.

#3 A Bélgica é um país curioso em termos políticos, podemos mesmo considerar que são dois países que partilham uma capital. Por vezes, parece que a única coisa que mantém a Bélgica unida é o desejo de cada uma das regiões não fazerem parte da França ou dos Países Baixos.

Tudo o que precisa de saber antes de visitar a Bélgica
Bruges, uma das principais atracções da Bélgica

#4 Assim, e desenvolvendo um pouco mais, a Bélgica é formada por 3 regiões federais, a Flandres no norte, a Valónia no sul e a região da capital, Bruxelas no centro.

A Flandres fala Holandês, a Valónia fala Francês, enquanto que a região de Bruxelas é bilíngue. Existem também uma pequeníssima região que fala alemão na zona este da Valónia, junto à fronteira com a Alemanha.

#5 Assim, a Bélgica tem 3 línguas oficiais – Francês, Holandês e Alemão. No entanto, e ao contrário do que acontece no Luxemburgo, não são faladas por toda a população. Cerca de 60% fala Holandês, 40% fala Holandês e menos de 1% fala Alemão.

#6 A boa notícia é que se não fala nenhuma destas línguas, pode facilmente em falar inglês. Os Belgas apreciam o esforço de tentar falar a sua língua, mas praticamente toda a população fala um pouco ou até fluentemente inglês. Portanto, para nós viajantes a comunicação não deverá ser demasiado difícil na Bélgica.

coisas para saber antes de viajar a Bélgica
Centro de Antuérpia

#7 A Bélgica é um país muito muito plano –  não tem propriamente montanhas, apenas algumas elevações na zona sul, uns pequenos montes digamos… O ponto mais alto é Signal de Botrange com apenas 694 metros de altitude e uma proeminência de apenas 119 metros…

#8 A Bélgica é normalmente considerada o coração da União Europeia, e se existe uma capital da UE essa é com certeza Bruxelas. É também uma das cidades com mais diplomatas do mundo.

o que preciso de saber antes de ir a Bélgica
Sede da UE em Bruxelas

#9 Em conjunto com os países baixos e o Luxemburgo, a Bélgica criou o BENELUX, um acordo aduaneiro que é considerado o predecessor da União Europeia. Mais tarde, a Alemanha, a França e a Itália juntaram-se e formaram a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço que com o tempo se tornaria na CEE e depois na UE.

#10 O Rei Leopoldo II da Bélgica chegou a ter uma colónia pessoal em África… Sim, é como dissemos, durante o século XIX a colónia do Estado Livre do Congo era propriedade pessoal do Rei e não da Bélgica.

Isto aconteceu porque o governo Belga não tinha interesse em manter a colónia e então o rei decidiu criar uma “colónia pessoal” com a ajuda e patrocínio de outros países Europeus.

tudo o que preciso de saber antes de visitar Bruxelas - Guia de Viagem
Palácio Real em Bruxelas

#11 Infelizmente esta história não termina assim, e este regime muito peculiar é historicamente famoso por ser um dos mais horrendos da história devido à violência extrema usada pelos colonizadores contra os congoleses. Mais tarde, no século XX a Bélgica tomou controlo do Estado Livre do Congo, criando o Congo Belga, até 1960.

#12 Mudando para temas bem menos sombrios, existe uma enorme cultura de banda desenhada na Bélgica. Algumas das comics mais famosas da Bélgica includem o Tintin, Spike & Suzie, Spirou, Smurfs, Gaston Lagaffe, Kid Paddle, Largo Winch e Lucky Luke!

Em Bruxelas, há até um Museu da Banda Desenhada. Esta é uma parte importante da cultura pop Belga e por isso aconselhamos vivamente que o visite.

Dicas de viagem sobre a Bélgica

#13 Os Belgas adoram ciclismo! Tal como os seus amigos holandeses, muitos belgas utilizam a bicicleta no seu dia-a-dia para se deslocarem, mas também adoram as competições. O maior ciclista de todos os tempos, Eddy Merckx é belga, mas também o são muitas outras lendas do desporto como Freddy Maertens, Roger De Vlaeminck, Johan Museeuw e Tom Boonen.

Visitar a Bélgica durante a época das clássicas da Primavera e assistir tanto ao espectáculo desportivo como à paixão dos Belgas pelo desporto é algo de fantástico. No entanto, tenha cuidado, pode ser contagioso!

Dicas de viagem sobre a Bélgica

#14 A Bélgica é um país muito seguro e pacífico, estando constantemente num ranking muito elevado no “global peace index”. Como viajante, não deverá ter muitos problemas ao viajar na Bélgica, no entanto, temos lido alguns relatórios de haver carteiristas nas zonas mais turísticas da Bélgica. É suficiente tomar as mais básicas precauções, que se deve tomar em qualquer lugar mundo.

#15 Em termos de segurança temos de referir que a Bélgica foi alvo de ataques terroristas nos últimos anos e que obviamente haverá algum risco de voltar a acontecer. Na nossa opinião, esta não é uma razão para não se visitar a Bélgica, mas o turismo tem vindo a reduzir-se na Bélgica, provavelmente por causa disso.

O que visitar na Bélgica

#16 Estão localizados na Bélgica 13 lugares património mundial da UNESCO, 12 culturais, e um natural. Três destes lugares são transnacionais. Curiosamente a pequena cidade de Mons tem 3 lugares na lista da UNESCO. Veja aqui todos o lugares da UNESCO da Bélgica.

#17 A Bélgica é um destino extremamente acessível e fácil de ir, o que a torna um destino turístico popular entre os viajantes de países vizinhos. É também importante referir que o turismo de negócios é extremamente importante na Bélgica, especialmente em Bruxelas.

Tudo o que preciso de saber anges de viajar a Bélgica
Atómium em Bruxelas

#18 Bruxelas é uma cidade cheia de monumentos históricos, chocolaterias e street-art. Uma visita a Bruxelas tem de incluir a Grand Palace, uma grande praça rodeada pela Câmara Municipal, a torre do sino e a Casa do Rei. Muito perto da estátua de Everard’s Serclaes (um herói local) e da famosa fonte/estátua Manneken-Pis.

Enquanto estiverem a vaguear pela cidade, não se esqueçam de experimentar uma (ou várias) chocolateria, comer batatas fritas e ir ao Royal Saint Hubert Galleries. Nós aconselhamos igualmente que visite o Atomium e o Belgian Comic Strip Center.

Bélgica Dicas de Viagem

#19 É muito possível que se decepcione pela famosa estátua do Manekken-pis, pois esta é muito muito pequena e está localizada numa pequena estrada. Se não estiver objectivamente à procura dela, é muito possível que nem repare que lá está.

No entanto, o Manekken-pis é mais do que uma estátua, é um símbolo nacional que os Belgas adoram!

O que fazer na Bélgica - Guia de viagem
Manneken pis em Bruxelas

#20 A Bélgica tem muitas cidades pitorescas, mas Bruges é sem dúvida a mais famosa e provavelmente a mais bonita. Aliás, até diríamos que é mesmo das mais pitorescas da Europa. Bruges está repleta de edifícios de arquitectura flamenga medieval todos de dimensão e estilo semelhante, tornado todo o centro histórico harmonioso.

O canais que circundam e atravessam a cidade tornam tudo ainda mais fotogénico. Uma das maiores atracções de Bruges é a igreja de nossa senhora onde se encontra a famosíssima escultura Madonna e a criança de Michelangelo.

Onde ir na Bélgica - Guia de Viagem
centro de Bruges

#21 Além de Bruges, também Gand (Ghent) é uma cidade bastante pitoresca. Gand é a capital da região da Flandres e tal como Bruges está coberta de canais e de Arquitectura flamenga típica. As principais atracções de Gand são o Gravensteen castle, com sua bela ponte, o antigo Graslei harbor e a catedral de Saint Bravo onde se encontra o retábulo de Gand.  

Guia Viagem Belgica
centro de Gent

#22 Antuérpia é também uma cidade da Flandres e é conhecida pela sua indústria de diamantes – é a mais importante cidade de diamantes do mundo. É portanto uma boa cidade para se comprar diamantes, para quem gosta e pode…

Além dos diamantes, a cidade tem uma belíssima estação de caminho de ferro e a catedral de nossa senhora onde se encontram quatro trabalhos de Rubens.

Nesta cidade está igualmente localizada a maior comunidade europeias de Judeus Ortodoxos. É interessante (e diferente) ver os Judeus mais tradicionais e ortodoxos a andar pela rua e nas suas lojas tradicionais.

tudo o que precisa de saber antes de ir à Bélgica
estação de comboio de Antuérpia

#23 Ostend é a cidade costeira da Bélgica, no norte da Bélgica. A cidade em si não tem muito para fazer, mas tem um pontão e praia engraçada. É um bom lugar para se caminhar à beira mar, comer peixe e ir até à marina.

dicas viagem Belgica
Pontão de Ostend

#24 Se é um daqueles viajantes que adora locais históricos, então tem de ir a waterloo, perto de Bruxelas. Este é o local onde ocorreu a batalha de waterloo, onde o Imperador Napoleão Bonaparte foi derrotado pelos Ingleses e Persas. Ali há um enorme monte artificial, o Lion’s Mound, e em cima uma estátua de um leão, construída em 1826 pelo Rei William I. É possível subir o monte e desfrutar a vista panorâmica para o campo de batalha.

#25 No sul da Bélgica, na região Valónia está a cidade de Liége. Esta é uma cidade multiétnica e muito movimentada. Liége tem enormes comunidades marroquinas, argelinas e turcas, por isso é muito fácil verificar a influência que estes têm na cultura da cidade e no seu dia-a-dia.

Em Liége não se esqueçam de provar os Waffles de Liege e depois gastar as calorias a subir a “Montagne de Bueren”, uma escadaria de 374 degraus que nos transporta do centro para a cidadelas e as fortificações da cidade.

Montagne de Bueren em Liege - Onde ir na Bélgica
Montagne de Bueren em Liege

#26 Para todos os aficionados de ciclismo a cidade de Huy (também na valónia) não precisa de introdução. Huy alberga o icónico final da clássica da primavera “La Flèche Wallonne“. Para todos aqueles que não conhecem a corrida, esta termina no alto do muro de Huy, uma estrada extremamente inclinada (quase 20%), o que constitui um final espectacular.

A cidade de Huy é engraçada, mas não vale a pena lá ir se não tiver bastante tempo ou se não for uma fan de ciclismo.

informação turistica sobre a bélgica
uma atracção turistica… diferente

#27 A Bélgica recebe um dos mais importantes festivais de música eletrônica do mundo, o Tomorrowland. Este festival decorre todos os anos em Julho na cidade de Boom, e é louco, para dizer o mínimo. São duas semanas com os mais famosos artistas e DJs Belgas e internacionais.

O que comer e beber na Bélgica

#28 A comida na Bélgica reflecte tudo o resto que o país é, e a sua localização entre a França e a Alemanha. Algumas pessoas afirmam a cozinha belga é servida com qualidade francesa e quantidade alemã. No entanto, aquilo que é mais conhecido da comida Belga são os chocolates belgas, os waffles, as batatas fritas e obviamente a cerveja Belga.

#29 A Bélgica produz provavelmente os melhores chocolates do mundo (a Suíça é talvez o maior concorrente). A história da Bélgica e do seu chocolate é muito antiga, vai até 1600 e desde então. A colónia no Congo Belga teve uma enorme influência pois proporciona à Bélgica enormes quantidades de cacau. Tanto as barras de chocolate como o Praline são invenções Belgas!

Quando estiver na Bélgica, particularmente em Bruxelas, vai ver dezenas de chocolaterias oferecendo uma variedade de chocolates incrível. Faça um favor a si mesmo, ponha a dieta em pausa e experimente alguns. Vale mesmo a pena. Algumas das marcas mais famosas são a Neuhaus, a Guylian, a Godiva e a Leonidas.

chocolatarias na Bélgica - guia de Viagem
Chocolatarias na Bélgica

#30 A outra sobremesa/doce famosa da Bélgica são os Waffles (ou gofres). Vai vê-los em todo o lado, em todas as praças e até na rua em carrinhos a vendê-los. Os waffles são bons em qualquer lugar, mas na Bélgica são do outro mundo mesmo. Como já podem ter reparado, nós somos um bocadinho gulosos, por isso ter chocolate e waffles sempre disponíveis parece-nos uma ideia claramente vencedora. Sempre que vamos à Bélgica atacamos tanto os Waffles como o chocolate!

Notem que na Bélgica existem dois tipos de waffles, os mais famosos Waffles de Liege e os Waffles de Bruxelas. Os waffles de Liege são mais ricos, densos, e doces, enquanto que os de Bruxelas são mais leves, estaladiços e são fáceis de diferenciar pois têm um formato diferente, com os lados rectangulares.

coisas a saber sobre a Bélgica
tão bom…

#31 Sabia que as batatas fritas (french fries em inglês) são na verdade originariamente belgas? e são coisa séria para eles! Os Belgas adoram as suas batatas fritas, que são vendidas em stands de fast food ou mesmo em lojas especializadas chamadas friteries, frietkot, ou frituur.

Na Bélgica, as batatas fritas são feitas a partir de uma espécie de batata chamada bintjes, cortadas de forma grossa e duplamente fritas (isto é muito importante!). Assim, se gosta de batata frita ( quem não gosta??) precisa de experimentar a batata frita belga!

Comidas a experimentar na Belgica

#32 A cerveja é muito importante para os Belgas. Há centenas (ou mesmo milhares) de marcas e variedades de cerveja na Bélgica. O menu de cervejas num qualquer bar ou pub de Bruxelas é realmente impressionante e reflecte a enorme cultura que existe à volta da cerveja na Bélgica.

#33 Apesar de todos estes pratos e bebidas que referimos, o prato nacional da Bélgica é Moules-frites ( o que significa mexilhões e batatas fritas). Vai encontrar este prato em muitos restaurantes, nas zonas turísticas, e fora delas.

Podemos honestamente dizer que aprendemos a gostar de Mexilhão na Bélgica… não era claramente um prato favorito até termos aprendido a gostar dele na Bélgica. Portanto, só podemos recomendar que faça o mesmo!

Comidas a experimentar na Belgica - Guia de viagem

Quanto custa viajar à Bélgica

#34 Além de ser um membro fundador da União Europeia, a Bélgica é também membro fundador da zona Euro e portanto partilha o Euro como sua moeda com 25 outros países, o que dá muito jeito para… todos! Mas especialmente para nós viajantes que não precisamos de estar sempre a trocar de moeda.

Guia Viagem Bélgica

#35 A Bélgica é um país rico e desenvolvido o que significa que as coisas (especialmente os serviços) tendem a ser bastante caros! Até nos supermercados os produtos são normalmente mais caros que na maioria dos outros países, incluindo Portugal. Mas tal como em praticamente todo o lado, é bastante mais barato comprar comida nos supermercados do que ir a restaurantes.

#36 Os cartões de débito são aceites em praticamente todos os lugares, mas cartões de crédito já não são tão globalmente aceites. Quanto menor for a loja maior é a probabilidade dos cartões não serem aceites e / ou de lhe ser cobrado uma taxa extra de 5% por usar este meio de pagamento.

Tudo o que precisa de saber antes de viajar à Bélgica
Estátua de Everard Serclaes na Bélgica

#37 A rede de multibanco é bastante desenvolvida na Bélgica, e por isso não deverá ter dificuldades em encontrá-los para levantar dinheiro, mesmo em cidades/aldeias mais pequenas. Notem que se não for da UE o seu banco poderá cobrar taxas para levantar dinheiro. Por outro lado, em geral, os multibancos não cobram qualquer taxa para levantar dinheiro (tal como em Portugal).

#38 O preço das dormidas tende a ser extremamente alto na Bélgica, especialmente em zonas centrais e nas áreas mais turísticas. Ainda assim, é possível encontrar alguns hostels e guest houses com preços acessíveis, mas se os encontrar, marque rapidamente pois não é fácil e esgotam rapidamente.

A nossa experiência diz-nos que o booking tem a maior variedade de acomodações e melhores preços na Bélgica.

#39 A comida e bebida em restaurantes são também bastante caro, especialmente se estiver viajando com um orçamento apertado. Assim, e de forma a manter os custos controlados aconselhamos a não comer pelo menos uma refeição por dia em restaurantes.

#40 Na Bélgica, tal como em Portugal, não é obrigatório nem esperado que se dê gorjetas nos restaurantes. Deve-se dar gorjeta apenas para premiar um bom serviço. Caso o queira fazer, 2 Euros é considerada uma boa gorjeta.

informação de viagem sobre a bélgica
os belgas adoram as suas batatas fritas

Como viajar na Bélgica

#41 Uma das coisas boas de viajar na Bélgica é quão fácil é fazê-lo. Estando no meio da Europa e sendo a capital não oficial da UE torna tudo muito muito fácil para quem quer ir à Bélgica, tanto de avião, como de carro ou comboio. Especialmente para Bruxelas.

Ainda para mais, é fácil encontrar voos low cost de várias companhias para a Bélgica, o que torna tudo ainda melhor.

#42 Os transportes públicos funcionam muito bem na Bélgica, apesar de ser um pouco caros. Há comboios para todas as maiores cidades da Bélgica e é possível ir a praticamente qualquer lugar na Bélgica usando apenas transportes públicos, comboios e autocarros. notem que os autocarros tendem a ser ligeiramente mais baratos que os comboios, nomeadamente os internacionais.

Se decidir usar os transportes públicos na Bélgica, especialmente em Bruxelas, perca um pouco de tempo para ver as estações de metro. Muitas destas estações são temáticas, com um design único e algumas são mesmo muito bonitas.

como viajar na Bélgica

#43 Caso prefira conduzir ( e toda a liberdade que isso trás) vai gostar de saber que não à portagens na Bélgica (como no Luxemburgo). Talvez isto ajude a compensar um pouco o preço de tudo o resto… 🙂 ou não, porque por outro lado o preço dos combustíveis é bastante elevado!

#44 Conduzir na Bélgica é bastante fácil e dificilmente terá problemas com isso. As estradas são boas, muitas delas auto estradas e os outros condutores são bastante calmos e relaxados.

O lado negativo é que dentro e nos arredores das grandes cidades é quase certo que apanhará trânsito, especialmente nas horas de ponta. Tente ao máximo fugir às horas de ponta.

dicas sobre a Belgica

#45 A Bélgica é um país bastante pequeno, o que significa que é perfeitamente possível atravessá-lo em apenas algumas horas. Por outro lado, isto significa que tudo é relativamente perto, e não vai perder muito tempo em viagens.

Ou caso prefira, é também possível estabelecer-se numa base central e fazer algumas viagens de um dia (day trips) para conhecer lugares em específico. Bruxelas seria uma excelente hipótese pois está localizada no centro da Bélgica e tem óptimos transportes.

Outras informações úteis sobre viajar a Bélgica

#46 Não deverá ter qualquer tipo de problemas em encontrar hotéis, bares, e restaurantes com WIFI. Estamos a falar de um país altamente desenvolvido e urbano e por isso a internet está em todo o lado, e muito particularmente nas zonas turísticas.

Mas se isto não for suficiente, pode facilmente comprar um cartão de dados local, ou se tiver um cartão de dados de um outro país da UE (de Portugal por exemplo), é possível usá-lo livremente em toda a UE sem pagamento de valores de roaming adicionais.

TourRadar  

#47 Uma coisa que nós não gostamos na Bélgica é que algumas cidades ( Liege definitivamente, e por vezes Bruxelas também) são bastante mais sujas do que se espera de um país tão desenvolvido.

Não é que a Bélgica como um todo seja suja, ou que as cidades estejam completamente cheias de lixo, mas não são tão limpas como esperávamos e são especialmente sujas quando comparadas com a Holanda e Luxemburgo! Neste aspecto Bélgica tem ainda muito que trabalhar para se aproximar do resto do BENELUX.

informação que preciso antes de ir à Bélgica

#48 Uma informação fundamental sobre viajar na Bélgica é que praticamente tudo está fechado aos domingos, especialmente ao Domingo à tarde. Portanto, se precisar de comprar alguma coisa a um Domingo, pesquise se está aberto e vá bem cedo,caso contrário as coisas podem correr muito mal…

Esta questão é similar a alguns dos países vizinhos, como a França, Alemanha e Luxemburgo… Por outro lado, os supermercados tendem a estar abertos até um pouco mais tarde, até às 20h00 e por vezes mesmo mais tarde.

#49 Existem vacinas obrigatórias para entrar na Bélgica? Não, não são precisas quaisquer vacinas obrigatórias nem é necessário levar o Boletim de Vacinas Internacional. No entanto, e como em qualquer país do mundo, é aconselhável que tenha a vacina anti tétano em dia, bem como qualquer outra vacina que faça parte do programa oficial de vacinação.

#50 Que documentos são necessários para entrar na Bélgica? Bem, depende de onde vem… Se tiver nacionalidade de um país da zona Schengen (Portugal por exemplo), então basta o Cartão de identificação ( Cartão de cidadão em Portugal). Caso contrário, clique aqui para obter mais informações sobre como entrar na Bélgica e na Zona Schengen e de que nacionalidades precisam de Visto.

Livro recomendado para Viajar à Bélgica

q? encoding=UTF8&ASIN=1631216090&Format= SL250 &ID=AsinImage&MarketPlace=US&ServiceVersion=20070822&WS=1&tag=couplertw 20&language=en US 50 coisas que precisa de saber antes de viajar à Bélgica

Sharing is caring!

shares