Parque Nacional Peneda Gerês – O que fazer e onde Ficar?

O Parque Nacional da Peneda-Gerês é um local único em Portugal, com paisagens que se não se encontrar em mais nenhum lugar do país! É o único Parque Nacional em Portugal e integra a Rede Mundial de Reservas da Biosfera da UNESCO. É o nosso local favorito em Portugal e o facto ser tão fácil de lá ir a partir do Porto ou de Braga torna-o um destino perfeito para uma viagem de um dia, ou melhor ainda para uma escapadinha de fim de semana!

Tendo tudo isto em mente, decidimos compilar todas as informações de viagem e tentar criar o mais completo Guia de Viagem do Parque da Peneda Geres!

O que fazer no parque nacional do geres
Barragem de Vilarinho das Furnas

Qual é a melhor altura para ir ao Parque Nacional Peneda-Gerês?

Bem, na prática depende do que quer fazer quando fores ao Gerês. Se quiser ir às praias fluviais e nadar nas lagoas, só é possível de Maio a Setembro. Ou estará demasiado frio. A maioria dos desportos aquáticos (como o canyoning) também são muito mais agradáveis durante o Verão.

Por outro lado, se a sua ideia é fazer trekking, descobrir novos lugares e relaxar, podes fazê-lo em qualquer época do ano. Por isso, o Parque Nacional da Peneda-Gerês é uma óptima escolha durante todo o ano, apenas tem que adaptar as actividades à altura do ano.

Como é o clima no Gerês?

Normalmente, os Verões são quentes com uma temperatura média mínima de 18ºC e máxima de 30ºC, e baixos níveis de chuva. A Primavera e Outono são amenos, com temperaturas médias entre 8ºC e 23ºC. O Inverno é bastante chuvoso e por vezes chega a nevar nos pontos altos. No inverno, as temperaturas médias variam entre 3ºC e 10ºC.

Como ir para o Gerês?

A maneira mais fácil e melhor de ir ao Gerês é de carro. As estradas são boas e conduzir em Portugal é bastante fácil. Demora cerca 1h / 1h 30 do Porto e menos de uma hora de Braga. Conduzindo pode-se facilmente fazer uma viagem de um dia a partir de qualquer uma dessas cidades. No entanto, o Parque Nacional da Peneda Gerês é grande e cheio de coisas para fazer, por isso aconselhamos que esteja pelo menos 2 dias, para realmente conhecer o parque e te divertires!

Caso não queiras conduzir, é possível utilizar transportes públicos para ir ao Gerês pois existem autocarros de Braga e do Porto. Ou, podes até mesmo fazer um tour privado. Ainda assim, repetimos que na nossa opinião a melhor maneira de visitar o Gerês é alugar um carro e viajar livremente.

Peneda Geres National Park Guia
A Beleza Natural do Parque Nacional da Peneda Gerês

O que fazer no Parque Nacional da Peneda Gerês?

O Parque Nacional da Peneda Geres abrange uma área bastante grande e em geral, é um excelente local para todo o tipo de actividades ao ar livre. Tem várias aldeias, miradouros, florestas, trilhos e muitas outras atracções que podes visitar. Estes são os nossos locais favoritos no Gerês.

As mais interessantes Aldeias e vilas do Gerês

Castro Laboreiro

Castro Laboreiro é uma aldeia no noroeste do Parque Nacional Peneda-Gerês, no concelho de Melgaço. É considerada uma das aldeias mais interessantes em Portugal, devido a várias características únicas. O castelo de Castro Laboreiro é provavelmente a mais famosa, mas as pontes e igrejas medievais, fornos comunitários, moinhos e até mesmo a sua própria raça de cães dão a esta aldeia um carácter muito especial.

Se quiser (e deve) experimentar a culinária local, sugerimos os bifes no restaurante Miradouro do Castelo. Não é a melhor comida que já comeu, mas é carne de excelente qualidade e com grandes porções. Castro Laboreiro é um bom local para passar a noite e se o fizeres sugerimos o Hotel Castrum Villae, que oferece uma excelente relação qualidade / preço. Clique aqui para verificar os preços actuais.

Melhores aldeias dos Gerês
Castro Laboreiro

Castelo de Castro Laboreiro

Este não é um castelo comum, está escondido entre as rochas quase invisível ao longe! É também relativamente difícil de lá chegar. Não há uma estrada, apenas um trilho de 800 metros que vai desde o centro da vila de Castro Laboreiro até o castelo. O trilho é muito rochoso, com algumas partes íngremes, mas é possível de ser feita por quase todos.

Não há informação fidedigna sobre quando foi construído o Castelo de Castro Laboreiro, mas é antigo, muito antigo, anterior à existência Portugal! Foi conquistado aos mouros durante a Reconquista por D. Afonso Henriques e depois reconstruído com a actual estrutura. Do castelo, temos uma visão incrível de 360ºpara a vila e montanhas ao redor. É um dos miradouros mais impressionantes do Gerês!

  • Preço: Gratuito
  • Tempo necessário: 1h30 incluindo o trilho.
O que fazer no Geres
Ruínas do Castelo de Castro Laboreiro e a maravilhosa vista que proporciona

Aldeia do Lindoso

A aldeia do Lindoso está localizada muito perto da fronteira com Espanha, no município de Ponte da Barca. É uma aldeia típica com antigas casas de granito. Muito perto da antiga vila encontra-se a Barragem do Lindoso que mudou completamente as vistas criando um enorme lago azul. As atracções mais importantes do Lindoso são o Castelo do Lindoso e o conjunto de 50 espigueiros de pedra.

Onde ir no Geres
Aldeia do Lindoso e os seus Espigueiros

Castelo Lindoso

O Castelo do Lindoso foi construído no século XIII para proteger e defender as fronteiras do país. Espanha fica a menos de 5 km de distância. É considerado um importante monumento militar devido às técnicas inovadoras utilizadas na sua construção, mas na prática apenas foi relevante durante a guerra da restauração da independência.

Há também uma exposição permanente sobre a ocupação humana nesta região, do neolítico ao presente. O castelo está muito bem preservado e é divertido para passear e apreciar as vistas.

  • Custo: 1,5 euros para a exposição
  • Tempo necessário: menos de 1 hora
Melhores aldeias do Gerês
O bonito castelo do Lindoso

Espigueiros de Lindoso

Mesmo ao lado do Castelo do Lindoso estão os espigueiros. As muralhas do castelo oferecem a melhor vista para os espigueiros, mas nós sugerimos que caminhe entre eles e explore a área durante algum tempo. Os 50 espigueiros, dos séculos XVII a XVIII, foram usados para secar o milho e impedir que os animais chegassem até ao mesmo. Os de Lindoso são inteiramente feitas de pedra e dada a quantidade, todos juntos formam um local bastante raro.

  • Preço: Gratuito
  • Tempo necessário: 15 minutos
Como visitar o Geres
Espigueiros do Lindoso

Pitões das Júnias

Pitões das Júnias é uma aldeia localizada na região oriental do Parque Nacional da Peneda-Gerês, no concelho de Montalegre. É uma área muito isolada, provavelmente a região menos visitada do parque, mas também abriga algumas das atracções mais interessantes do Gerês! Muito perto desta pequena, mas autêntica aldeia, encontra-se o incrível Mosteiro de Júnias e as deslumbrantes cascatas naturais.

Esta vila é também um óptimo lugar para almoçar / jantar. O restaurante Casa do Preto serve carne local de elevada qualidade. Sugerimos que experimente T-bone de carne de Barrosã! Se quiser passar a noite, a Casa do Preto é também um hotel. Nós gostamos realmente de lá ficar, tem uma atmosfera familiar e confortável. Os quartos são espaçosos, limpos, com WI-FI e TV.

Clique aqui para verificar os preços e disponibilidade e aqui os comentários do TripAdvisor.

Tempo necessário: 1 a 2 horas, dependendo do ritmo de caminhada e quanto tempo leva para aproveitar as vistas.

Melhores aldeias do Geres
Aldeia tradicional de Pitões de Júnias

Mosteiro de Santa Maria das Júnias

Este mosteiro cisterciense está localizado a 2 km de Pitões das Júnias.Foi construído no século XII, embora suas origens remontem ao século IX. Foi abandonado após a extinção das ordens religiosas em Portugal no século XIX. Hoje em dia a maior parte está em ruínas, mas ainda tem alguns vestígios românicos conservados.

Localizadas num magnífico vale, isoladas do resto do país (e do turismo de massa), as ruínas convergiram com a natureza, criando um lugar bucólico onde nos sentimos relaxados e confortáveis. Normalmente, há muito pouca gente (ou ninguém) por perto e podemos ter o lugar para nós mesmos. De quantos lugares ainda podemos dizer isto? Este é um dos nossos locais favoritos no Parque Nacional do Gerês.

O que fazer no parque do geres?
Entrada para o Mosteiro

Ruínas de Vilarinho das Furnas

Vilarinho das Furnas é uma antiga aldeia comunitária no Parque Nacional do Gerês. Foi inundada e abandonada após a construção da Barragem de Vilarinho das Furnas no rio Homem. A barragem criou um enorme lago mudando completamente o ambiente e fazendo a aldeia desaparecer.

No entanto, ainda pode caminhar ao longo do lago até a aldeia, e durante a estação seca pode-se ver as ruínas das casas, os caminhos e as paredes da antiga vila. Se estiver suficientemente baixo, podemos até entrar e passear livremente nas ruínas. O trilho para Vilarinho das Furnas e volta é de aproximadamente 5,5 km (quase plana) e vale a pena no verão, quando o lago está no seu ponto mais baixo …

  • Preço: Gratuito
  • Tempo necessário: 2 horas permitirão que caminhe até à vila dando tempo suficiente para brincar e tirar fotos.
Onde ir no geres?
Ruínas de Vilarinho das Furnas – semi submersas

Melhores quedas de água no Parque Nacional da Peneda-Gerês

O Gerês é também conhecido por ter algumas das mais belas cascatas de Portugal. Em algumas delas, pode-se até mergulhar na água e nadar. Note que no pico do verão (principalmente Agosto), algumas cascatas podem ter pouca água e muitas pessoas.

Cascatas do Tahiti

As cascatas do Tahiti são também conhecidas como Fecha de Barjas e estão localizadas no rio Arado, perto da aldeia comunitária de Ermida. Estas quedas estão localizadas muito perto da estrada, mas isso não significa que são de fácil acesso. Vai precisar de descer uma colina íngreme e escorregadia e, em alguns pontos, precisará mesmo de uma corda. Não é seguro para crianças pequenas, mas aqueles que puderem descer, não se vão arrepender com as vistas e, se o tempo permitir, um mergulho.

melhores quedas do parque nacional da peneda geres
Cascatas do Tahiti – Com muito pouca água

Cascata da Peneda

A Cachoeira da Peneda está localizada na Serra da Peneda, no município de Arcos de Valdevez. Esta é uma grande queda de água (particularmente no inverno) e podemos vê-la ao longe devido à espuma branca criada pela água a cair. Estas quedas estão muito próximas do Santuário da Peneda e o rio passa mesmo pelo santuário antes de afluir no rio da Peneda. O rio e o santuário tornam tornam esta área muito bonita.

Cascata do Arado

Esta é uma das quedas mais bonitas, mais visitadas e de mais fácil acesso do Parque Nacional da Peneda Gerês. Estão localizadas em Vilar da Veiga e tem até local para fazer picnics A menos que seja realmente lotado (fins de semana de verão e Agosto) deverá ser fácil de estacionar por perto. Existem várias rotas turísticas e trilhos nesta área, sendo perfeitamente possível e agradável passar o dia inteiro caminhando e tomando banho ao redor do Rio Arado e desta cachoeira. Note que no pico do Verão essa cachoeira perde muita da sua água.

melhores quedas de água do gerês
Cascata do Arado no Verão

Cascata da Portela do Homem

Esta cascata está localizada no limite do Parque Nacional da Peneda Gerês, muito perto da fronteira com Espanha. Está também localizada na estrada de acesso restrito da Mata da Albergaria, o que implica que tem que caminhar o último trecho da viagem. Note que é muito mais perto estacionar na fronteira do que na outra entrada da mata. Toda esta região já é maravilhosa (veja a parte da mata de Albergaria deste artigo) e esta pequena cachoeira que termina numa lagoa azul perfeita ainda a torna melhor. É possível e aconselhável mergulhar no rio Homem.

Cascata de Pitões das Júnias

Localizada na orla da aldeia de Pitões das Júnias referida acima, esta queda de de mais de 30 metros é muito bonita, particularmente no Inverno, quando está cheia de água.

Esta é mais uma cascata para se ver do que para tomar banho. É quase impossível alcançá-la, mas há uns passadiços de madeira bastante agradáveis para o miradouro. Como dissemos acima, Esta é uma área menos conhecida do Gerês, pelo que é improvável que encontre grandes multidões.

Ainda mais coisas para ver no Geres

Miradouro da Pedra Bela

Pedra Bela é de longe o nosso miradouro preferido no Gerês. Caramba, é possivelmente o nosso favorito em Portugal! Está localizado a quase 900 metros de altitude e permite uma incrível vista do parque! As montanhas, a Barragem da Caniçada, os rios serpenteando as montanhas, a floresta nativa … tudo está à nossa vista! E que visão é!

  • Preço: Gratuito
  • Tempo necessário: 30 minutos da vila do Geres.
Onde ficar no gerês
A Belíssima vista da Pedra Bela

Mata de Albergaria

A mata da Albergaria é o coração do Gerês, é provavelmente o local mais importante e a razão pela qual as serras da Peneda e Gerês são um Parque Nacional. É uma floresta mágica, onde predomina o carvalho secular mas inclui muitas outras espécies locais de fauna e flora. Não se pode ir ao Gerês e não ir a Mata da Albergaria.

Como dissemos acima, a Mata da Albergaria incluir a Cachoeira do Rio Homem, uma das mais famosas do Gerês e é atravessada pela famosa Geira – a famosa estrada romana entre Braga e Astorga (Espanha).

No entanto, devido à crescente presença humana, esta mata tem tráfego condicional. Existem 3 entradas / saídas e uma taxa de 1,5 Euros para entrar. Uma vez dentro da zona restrita, não se pode estacionar ou sequer parar. Durante as férias e fins de semana na temporada de verão, até é proibido todo o tráfego motorizado!

  • Custo: Cruzando com o carro custa 1,5 Euros, o trekking é gratuito
  • Tempo necessário: Aqui tudo depende do que quer fazer. De carro apenas demora 15 minutos para atravessar… Mas pode facilmente caminhar todo o dia nesta área…
o que fazer no gerês
A densa vegetação da Mata da Albergaria – o coração do Gerês

Geira – a estrada militar romana

A Geira é a antiga estrada militar romana que ligava Braga a Astorga, atravessando o agora Parque Nacional da Peneda-Gerês. Podemos ainda hoje ver partes desta estrada, particularmente na Mata da Albergaria, onde a maioria dos marcos estão. A distância para a civilização e sem pressão humana, esta parte da Estrada manteve-se bem preservada e fazendo agora parte do património arqueológico do Gerês.

Coisas para ver no gerês

Ponte da Misarela ou Ponte do Diabo

A Ponte Misarela está escondida no desfiladeiro do rio Rabagão. Para ir até lá, é preciso caminhar da pequena aldeia cerca de 1 km. É uma descida íngreme, mas perfeitamente fazível por todos. Estima-se que a ponte original data da Idade Média e foi reconstruída no século XIX. Diz a lenda que foi construída pelo próprio diabo.

A ponte tem apenas um arco e 13 metros de comprimento, mas o mais interessante é o ambiente bucólico criado pelo desfiladeiro, as enormes pedras, a ponte e o rio. Além disso, muito perto da ponte há uma pequena cachoeira fazendo de um cenário já incrível, ainda mais memorável!

  • Preço: Gratuito
  • Tempo necessário: 1-2 horas – mais se quiser relaxar ou até mesmo mergulhar no rio.
coisas para ver no parque nacional da peneda gerês
Ponte da Misarela, também conhecida como ponte do Diabo

Melhores trilhos do Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Peneda-Gerês tem uma quantidade aparentemente infinita de trilhos para se fazer. Estes vão pelo o interior do parque, para lugares onde é impossível chegar de carro ou de bicicleta. Se adora a natureza, esta é uma óptima maneira de se passar o tempo no parque. Estes são alguns dos nossas trilhos preferidos no Gerês.

Trilho de Pitões de Júnias

Este curto, porém íngreme trilho, permite que veja o Mosteiro e a cachoeira de Pitões de Júnias enquanto desfruta da natureza ao seu redor. Se você não gosta de perder muito tempo apenas caminhando por caminhar, mas ainda assim gosta de fazer trilhos pela natureza, este trilho é uma óptima opção. Como já dissemos acima, esta é área menos visitada pelo que provavelmente encontrará poucas pessoas por perto.

  • Distancia: 3 a 4 km;
  • Duração: cerca de 1h30, mas depende de quanto tempo parar na aldeia, na cachoeira e no mosteiro;
  • Nível: Médio, devido a algumas partes íngremes;
  • Localização: Pitões de Júnias, Montalegre;
Caminhadas no parque nacional da Peneda Geres
Trilho de Pitões de Júnias

Trilho da Geira Romana

Já falamos diversas vezes sobre a Geira, e que ainda hoje pode passar por ela, mas a verdade é que é muito mais divertido se formos a caminhar em vez de conduzir! Pode-se parar e aproveitar cada parte dela. Além disso, a Geira passa por algumas das mais belas partes do Parque Nacional da Peneda Gerês.

  • Distancia: 10km
  • Duração: cerca de 5 horas
  • Nível: Fácil, a trilha é bem plana.
  • Local: Campo Geres & Terras do Bouro
trilhos do geres
Trilho da Geira Romana dentro da Mata de Albergaria

Trilho da Calcedónia

O maior ponto de interesse neste trilho é a enorme Rocha da Calcedónia, com a também enorme frecha que a atravessa completamente de um lado ao outro. É também uma vista incrível. Se você gosta de trilhos que têm um destino, um objectivo este é uma óptima opção. A Calcedónia costumava ter uma colónia romana (e pré-romana) na área. Ainda é possível ver alguns (poucos) sinais disso.

  • Distancia: 7km
  • Duração: cerca de 4 horas
  • Nível: Médio
  • Localização: Covide, Terras de Bouro

Portela do Homem – Trilha Minas dos Carris

Este é um trilho muito longo e provavelmente o mais difícil nesta lista. No entanto é também é nosso favorito. O maior destaque do trilho são as minas de volfrâmio abandonadas, mas também todo o vale do rio Homem, começando e terminando perto da bela cascata da Portela do Homem.

  • Distancia: 22km
  • Duração: 8 horas
  • Nível: duro (longo e com muitos metros verticais acumulados)
  • Localização: Alto Rio Homem

Nota: estamos listando apenas trilhos que se podem fazer num dia. Assim, trilhos longas, de vários dias foram excluídos, mas eles existem no Gerês.

Onde ficar no Geres

Se está a pensar em ficar pelo menos uma noite no Gerês, a primeira coisa a notar é que existe uma enorme variedade de hotéis no Gerês. Desde os pequenos hotéis, aos maiores, dos albergues low cost, aos Hotéis e Spas mais caros. Aqui listamos alguns dos nossos favoritos hotéis no Geres.

Hostels e Hoteis baratos

Uma óptima opção no centro do Gerês é o Hostel Gerês. Se estiver viajando com um orçamento apertado este hostel está centralmente localizado, é muito barato e limpo. Devido aos excelentes preços, este hostel costuma esgotar muito rapidamente …

Clique aqui para ver se ainda está disponível

Hoteis no Gerês com boa relação preço/qualidade

O Hotel Lagoa Azul do Gerês é a nossa opção de gama média favorita no Gerês! O hotel está excelentemente localizado, tem quartos agradáveis e confortáveis, wifi, e todas as comodidades esperadas. No entanto, a melhor coisa é o pequeno-almoço com vista. O hotel fica mesmo junto à barragem da Caniçada, e você pode tomar o café da manhã olhando para a bela paisagem criada por ele. Este é um óptimo hotel para casais e famílias com filhos.

Clique para verificar preços e disponibilidade durante a sua estadia em Gerês

Melhor Hotel & Spa no Gerês

O Tempus Hotel & Spa – Singular’s Hotels não está localizado dentro Parque Nacional da Peneda Gerês, mas está suficientemente perto para que possa ir lá e voltar rapidamente. Este é um hotel é incrível, com piscinas interiores e exteriores, tratamentos de spa, centro de bem-estar e restaurante. Não fosse o Geres tão bom e poderíamos ser tentados a ficar o dia inteiro desfrutando do hotel! Além disso, é muito mais barato do que seria de esperar num hotel com tantas comodidades.

Clique aqui para ver se está disponível durante a sua viagem

Finalmente, e para terminar esta lista de melhores hotéis do geres: um hotel histórico, o Águas do Gerês – Hotel Termal & Spa. Este é um dos mais antigos, se não o mais antigo hotel do Gerês. Ainda mantém o seu estilo clássico, mas agora com novo e moderno conforto. Se quer um hotel termal no interior do Parque Nacional do Gerês, esta é a melhor opção. Com o bónus, de ser um hotel histórico e bem preservado.

Clique aqui para verificar preços no Hotel Águas do Gerês

Finalmente, no Parque Nacional da Peneda Gerês (bem, em Portugal inteiro, na verdade) aconselhamos vivamente que utilize o booking.com para reservar o seu alojamento. É claramente o maior fornecedor online em Portugal e na nossa experiência oferece quase sempre os melhores preços.

Booking.com

Sharing is caring!

shares