Como visitar as Ilhas Cíes em Espanha

As Ilhas Cíes são um daqueles destinos que são tão espetaculares que é difícil de acreditar que não sejam mais conhecidos e mais populares. Atenção, não estamos a dizer que são desconhecidas nem nada que se pareça, mas acreditamos que são o maior tesouro da Galiza. Não é por acaso que os Romanos lhes chamava as Ilhas dos Deuses.

Por isso decidimos escrever este artigo explicando como visitar as ilhas Cíes, como lá ficar, e o que fazer – incluindo os trilhos, as praias e outras atividades.

Dado que as Cíes são agora um Parque Nacional e a entrada é controlada, à primeira vista pode parecer muito complicado ou demorado, mas na prática é bem fácil e não é nada caro, dado que estamos num lugar fenomenal.

O local mais famoso das Cíes é sem dúvida a praia de Rodas devido ao seu longo areal de areia fina e branca e às inigualável água azul-turquesa e transparente. Mas há bastante mais para ver e visitar.

Como visitar as Ilhas Cíes em Espanha
As Cíes são conhecidas pelas suas águas cristalina e de cor turquesa

Onde são as Cíes?

As ilhas Cíes são um conjunto de 3 ilhas situadas no Parque Nacional das Ilhas Atlânticas da Galiza, no Noroeste de Espanha. Este arquipélago fica situado na boca da Ria de Vigo a cerca de 10 km de Vigo. As ilhas são observáveis de diversos pontos e miradouros ao longo da costa galega, das praias, e até das estradas costeiras.

As ilhas são Monte Agudo, O Faro e San Martiño, sendo que Monte Agudo e O Faro estão ligadas pela língua de areia que forma a praia de rodas e por uma pequena ponte pedonal em pedra.

Uma visita à Cíes normalmente significa visitar Monte Agudo e O Faro, uma vez que San Martiño não tem cais e só é possível visitar de embarcação privada. Assim, neste artigo vamos nos focar em visitar as Cíes, O Faro e Monte Agudo.

Onde são as Cíes?
Visitar o Monte Agudo e O Faro – Cíes

Como ir as Cíes?

A única forma de visitar as Cíes é por mar, e o mais habitual é apanhar um ferry a partir da costa da Galiza, nomeadamente de Vigo, cuja a viagem dura cerca de 45-50 minutos. Esta foi a viagem que fizemos e é nisso que nos vamos focar neste artigo, mas na época alta também é possível partir de outras cidades como Cangas ou Baiona.

É também possível ir às Cies de barco privado ou alugar um barco em Vigo. No entanto para ancorar nas ilhas é necessário pedir uma autorização de ancoragem.

A viagem para as Cíes é agradável e normalmente calma pois no Verão não é um mar muito agitado. Os barcos são catamarans enormes e confortáveis.

O acesso às Cíes é controlado e limitado a 1800 pessoas por dia. Por isso é muito importante pedir autorização de entrada e marcar o barco com a maior antecedência possível, especialmente aos Fins de Semana e no pico de época alta, em Julho e Agosto.

Como ir as Cíes?
Porto dos Ferries nas Cíes

Pedido de Autorização para visitar as Cies

Antes de comprar o bilhete de barco é necessário pedir autorização à Junta da Galiza, mas não deixe que este processo o desanime de lá ir. Na nossa experiência, o sistema funciona muito bem e é praticamente imediato.

Para pedir a autorização tem de ir este site, inserir os seus dados e os dados da viagem e vai receber um e-mail com um código. Este é o código provisório de autorização que vai necessitar para marcar o barco.

Este código tem uma validade de apenas duas horas, pelo que convém fazer este pedido imediatamente antes de marcar o barco.

Pedido de Autorização para visitar as Cies
Farol das Cíes

Marcar o barco para as Cíes

Assim que recebemos o código, basta ir ao site de uma das empresas que fazem a viagem e marcar a viagem com a mesma informação que usamos para fazer o pedido de autorização.

Para marcar a viagem vai necessitar de colocar o código temporário que obter anteriormente. Sem esse código não é possível avançar na marcação.

Após marcar a viagem, e efetuar o pagamento da mesma vai receber os bilhetes e a autorização definitiva por e-mail.

Notem que no próprio dia vai precisar de trocar os bilhetes digitais por bilhetes físicos na loja da empresa de ferry no Porto de Vigo.

Existem quatro empresas que fazem a viagem e pela informação que recolhemos o serviço, a qualidade dos barcos são semelhantes, e os preços também. As empresas e respetivos sites são:

Nós acabamos por escolher a Mar de Ons pois era a que fazia mais viagens e a que tinha os horários que mais nos davam jeito. A nossa experiência foi positiva e não temos nada a apontar.

Marcar o barco para as Cies
Catamaran da empresa Mar de Ons

Viagem às Cíes

No próprio dia da viagem às Cíes é importante chegar ao porto um pouco mais cedo do que a hora de partida por duas razões. Dar uns 30 minutos de folga será suficiente.

Primeiro porque a zona do porto é um pouco confusa para conduzir e é necessário arranjar um parque de estacionamento. Segundo porque antes ir para o barco é necessário ir trocar o bilhete digital pelo bilhete físico. Guarde os bilhetes até regressar a Vigo pois vai necessitar deles para o retorno.

Depois de trocar os bilhetes, chegar ao barco é rápido e simples. Os lugares não são marcados e dependendo do dia e da hora o barco pode encher bastante.

A viagem até às Cíes demora apenas cerca de 45 minutos, e é bastante confortável e agradável.

O cais nas Cíes fica junto à Praia de Rodas e a um dos restaurantes da ilha. Ao sair é muito provável que lá esteja um funcionário do Parque Nacional a confirmar se têm a autorização de entrada definitiva que recebeu por e-mail. Pode mostrar no telemóvel sem qualquer problema.

Viagem às Cíes
A ilha de San Martiño nas Cíes

É possível ficar nas Cíes?

Sim. Existe a possibilidade de passar a noite nas ilhas Cíes, mas o alojamento está limitado ao parque de campismo. Além disto, está restringido a 600 pessoas por noite. Pode parecer um valor relativamente elevado, mas acredite que esgota rápido na época alta.

No parque de campismo tem duas hipóteses, ou levar tenda ou alugar uma das tendas do parque. Dado que as diferenças de preço não são muito altas (ver em baixo os custos), acreditamos que não vale a pena levar a tenda. Além do mais as tendas do parque são espaçosas e têm uma cama com colchão, o que é bastante confortável.

Se decidir alugar tenda, existem dois tipos de tenda, de duas ou de quatro pessoas. O parque aluga também sacos cama, o que de noite pode ser necessário pois as temperaturas baixam um pouco. Claro que se levar o seu saco-cama, não precisa de alugar os do parque.

É possível ficar nas Cíes?
Parque de campismo das Cíes

Onde comer nas Cíes?

Então e comer? Pois essa também é uma das nossas primeiras preocupações, onde quer que vamos… Mas não se preocupe, existem várias opções nas ilhas. Nas Cíes temos 3 restaurantes e um café/bar.

Um dos restaurantes e o café ficam no parque de campismo, mas podem ser usados por qualquer pessoa. Os outros restaurantes são fora do parque, um na Monte Agudo, mesmo junto ao cais de onde se sai do barco, o outro fica em O Faro, depois do parque de campismo. Estão todos marcados no google maps, pelo que é fácil encontrá-los.

Pelas informações que recolhemos nenhum dos restaurantes é extraordinário, mas servem o propósito de nos alimentar. Como seria de esperar têm imensos pratos de marisco, incluindo o famoso pulpo a feria (polvo à galega)

Como sabíamos que não íamos ter uma experiência gastronómica, nós apenas experimentamos o do parque pois lemos que era o mais barato e com comida mais caseira.

Outra alternativa para comer é levar snacks e comida de piquenique. Não existe restrição ao que pode levar mas tenha atenção que ao calor que pode estragar algumas comidas.

Além do mais tem de levar um saco do lixo, para poder trazer consigo o que levou. Os únicos caixotes do lixo das ilhas estão no parque de campismo.

O que comer nas Cies
Lulas fritas e batata frita do restaurante do parque de Campismo

Quando visitar as ilhas Cíes?

Como destino de praia e natureza, as Cíes são para visitar no Verão, ou em dias bastante quentes. Teoricamente é possível visitar durante todo o ano, mas a verdade é os barcos operam sobretudo na época alta, ou seja no Verão e na semana da Pascoa.

Durante Maio e Junho e Setembro, existem alguns barcos, mas bastante menos. Ou seja, ou só ao fim de semana, ou então só um barco de ida e volta. No Inverno, existem alguns barcos ao fim de semana, mas é bastante dependente do clima. Além do mais, será completamente impossível fazer praia nessas alturas.

Nota, existem alguns sites que dizem que não há barcos durante grande parte do ano, mas no momento que que escrevemos o artigo essa informação já não é verdade (2023). Podem confirmar nos sites oficiais das companhias, como por exemplo no da Mar de Ons.

Independentemente de haver barco ou não, o ideal é visitar as Cíes com bom tempo mas sem que estejam abarrotar de gente. Assim aconselhamos que vá em dias quentes e de sol em Maio, Junho ou Setembro. Quanto mais próximo de Julho e Agosto, melhor ideia é evitar os Fins de Semana.

Se for às Cíes no pico da época alta, não se esqueça de pedir a autorização e reservar o barco com maior antecedência possível. A limitação à entrada é ótima para o meio ambiente das ilhas e evita grandes multidões mas também obriga a um melhor planeamento. Caso não o faça corre um grande risco de ficar em terra.

quando visitar as Cíes
Lindíssima praia de Rodes

Quanto custa visitar as ilhas Cíes?

Visitar as ilhas Cíes é relativamente barato, especialmente se tivermos em conta que estamos a falar de um arquipélago paradisíaco e uma reserva natural. Para muita gente ficará bem mais barato visitar as Cíes (ou ficar lá 2 ou 3 dias) do que ir para o Algarve, Sul de Espanha ou ilhas.

Os principais custos de visitar as Cíes são o barco para as ilhas, a dormida na ilha, comida e parque de estacionamento em Vigo (ou transportes públicos para Vigo), algumas atividades organizadas nas ilhas. Qualquer um destes são surpreendentemente baixos.

No total, em 2023, 2 noites e 3 dias nas Cíes custou-nos 266 Euros por casal, ou seja 133 por pessoa. Neste valor apenas não incluímos a comida e snacks que levamos conosco.

Vamos então analisar mais em detalhe.

Quanto custa visitar as ilhas Cíes
O arquipélago das Cíes é uma reserva Natural

Barco

Tal como referimos os preços para as Cíes são muito semelhantes entre todas as companhias. Na nossa experiência variam apenas cerca de 50 cêntimos a 1 Euro, entre companhias, e custam menos 4 a 5 Euros em época baixa.

Dado que a estadia nas ilhas é completamente controlada, temos de comprar sempre ida e volta. Na Mar de Ons, em Junho 2023 custou-nos 21,5 Euros por pessoa, ida e volta. Se fosse no pico da época alta, custaria 25 Euros. Veja os preços atualizados aqui.

Alojamento

A única opção de alojamento nas Cíes é o parque de campismo. Não existem, hotéis, hostels, airBnbs ou qualquer outra coisa. No parque de campismo temos duas opções ou alugar espaço e levar própria tenda, ou alugar uma das tendas é montadas do parque.

Se quisermos levar a própria tenda terá de pagar cerca de 10 Euros pelo local e depois mais 10 euros por pessoa. Ou seja, um casal pagará cerca de 30 Euros, por noite. Em época baixa os preços poderão ser menores

Se alugar uma das tendas tem duas opções, tenda para 2 ou para quatro pessoas. Tenda para duas pessoas custa 59 Euros por noite, e a de quatro custa 89 Euros (um pouco menos em época baixa). Notem que as tendas têm cama já montada e é possível também alugar saco cama por 8 euros por noite.

Onde ficar nas Cíes
O interior das tendas do Parque de Campismo

Alimentação

Nas ilhas existem três restaurantes e um cafézinho pelo que existem bastantes mais opções do que seria de esperar. Os restaurantes não nada de especial, mas não seria de esperar outra coisas num lugar destes.

Naturalmente são também mais caros do que em destinos menos isolados, mas os preços não são nada de extraordinário. Quando usamos o restaurante do Parque comemos por cerca de 30 Euros para duas pessoas.

Dado que vai fazer campismo é também muito habitual levar consigo algumas comidas pré-feitas, ou de piquenique e com isso reduzir consideravelmente os custos, que foi o que fizemos.

Transporte para Vigo

Apesar de nunca termos usado, é possível ir para Vigo de transportes públicos, nomeadamente de comboio, seja de Portugal ou do resto de Espanha. Se o fizer, os custos serão bastante baixos.

Se utilizar carro, terá de deixar o carro num dos parques de Vigo. Este é um custo considerável se ficar várias noites nas Cíes. Existem parques por toda a cidade, e a preços bastante variados.

Nós usamos o Aparcadoiro Vigo, pois tem custo muito baixo comparativamente a outros que vimos, e é ainda relativamente perto do Porto para se poder caminhar.

Tudo sobre as Cíes
Praias da Cíes

Atividades nas Cíes

As atividades na Cíes são também relativamente baratas, ou grátis. As praias, a natureza e os trilhos são obviamente grátis. Mas o Snorkeling, o Kayak e o Starlight também não são caros:

  • Starlight – 8 Euros por pessoa
  • Kayak – visita guiada 20 Euros por pessoa (tanto quanto percebemos não há hipótese de alugar os Kayaks fora das visitas guiadas)
  • Snorkeling – 30 Euros por pessoa, duas horas

Mas veja no site do parque o preço das atividades atualizado.

O que fazer nas ilhas Cíes?

Visitar as Cíes lembrou-nos imenso a sensação de ir a Koh Tah Kiev, no Camboja e San Blas no Panamá. tanto pela praia, como pela sensação de isolamento e relax.

Praias

As praias são o ponto de interesse principal e a maior razão para visitar as ilhas Cíes. As ilhas são famosas sobretudo pelas praias de areia fina e branca e ao mar turquesa que são muitas vezes comparadas às das Caraíbas, México ou Tailândia.

No entanto, existe uma diferença óbvia e gritante… a água das Cíes tem tanto de bela como de fria! Estamos tão habituados a este tipo de paisagem significar águas cálidas que por vezes se torna difícil acreditar quão fria é água… até lá por os pés. Depois vai pensar que está no Alaska ou na Islândia…

E essa é a única razão pela qual as ilhas não são ainda mais famosas e populares. Vamos então explorar as praias das Cíes, focando-nos apenas nas praias de areia, pois na realidade são as que interessam.

Praia de Rodas

Esta é a praia mais famosa e condecorada das Cíes, basta sair do barco para nos apercebermos porquê. É uma praia de areia branca em meia lua com mais de 1km de comprimento. A água é turquesa e as ondas são praticamente ausentes pois as ilhas protegem-na.

É fácil perceber porque é considerada uma das melhores praias de Espanha, e uma das mais belas praias do mundo. O The Guardian chegou mesmo a considera-la a melhor praia do mundo em 2007.

Nota: Na nossa experiência a parte norte desta praia é mais agradável pois está mais protegido do vento.

O que fazer nas Ilhas Cíes
Praias de Rodas uma das praias mais bonitas das Cíes

Praia dos Bolos

Esta praia fica colada à praia das Rodas, podendo mesmo ser considerada a mesma praia. Fica no entanto virada para Sul. O acesso é feito pela Praia das Rodas. É daqui que saem os kayaks.

É igualmente bonita, normalmente tem menos gente.

Melhores prais das Cíes
Praia dos Bolos nas Cíes

Praia de Nossa Senhora

Praia fabulosa encravada entre as rocha, mas com muito pouca areia em maré alta. A sua geografia diferente das outras dá-lhe um ar especial. Vale bem a pena fazer o detour para a visitar. Daqui vê-se também a praia de S. Martinho na ilha sul.

é possível fazer praia nas Cíes
Praia de Nossa Senhora nas Cíes

Praia das Figueiras

A segunda maior praia desta lista, e é uma excelente alternativa caso queira fugir à Praia de Rodas.

Situada a norte do cais, tem um areal longo e comprido. É conhecida por ser uma praia de naturismo, mas na nossa experiência, praticamente todas as praias das Cíes têm pessoas a fazer topless, como é habitual em Espanha. Não vimos ninguém a fazer nudismo completo.

Informação sobre as Ciés
Praia das Figueiras nas Cíes

Praia Pequena

Fica do outro lado do cais e do restaurante. Tem um acesso por trás do restaurante. Tal como o nome indica é bastante pequena.

Trilhos

Os trilhos são outro dos destaques das ilhas Cíes, pois quem gosta de natureza e caminhadas poderá explorar a quase totalidade das duas ilhas. Apenas é permitido caminhar nos trilhos predefinidos, mas este vão a todos os lugares de interesse das ilhas.

Oficialmente existem quatro trilhos, estão bem indicados e é impossível de se perder pois são poucos caminhos e as ilhas são pequenas. Dois trilhos estão em O Faro, e os outros dois em Monte Agudo. Todos começam no mesmo ponto, junto ao ponto de informações. Tem lá também um mapa para o ajudar a situar-se.

Rota do Faro de Cíes

Este é o percurso mais longo, mas também o mais bonito. Leva-nos ao farol de Cíes na ilha O Faro, através de floresta e com vistas magnificas para a ilha de S. Martinho, tanto ao longo do percurso como do farol. A subida para o farol é bem durinha e sob o sol.

O início do trilho leva-nos também a atravessar o lago e ver as dunas do areal de Rodas. Não esquecer de fazer o desvio para ver a pedra da Campá, o observatório de Aves e apreciar a vista panorâmica da ilha.

  • Distância: 3.5km entre Posto e Farol (mais algumas centenas de metros para o desvio à pedra e observatório de aves
  • Ida e Volta
  • Duração: cerca de 2 horas, com o desvio referido.
  • Desnível: 175 metros
Trilhos nas ciés
Rota do Faro de Cíes

Rota do Farol da Porta

Boa parte do percurso é igual ao anterior, mas no lugar de subir para o Farol de Cies, continuamos por baixo junto ao mar. O percurso é bonito, e as vistas agradáveis, mas se tiver de escolher o farol de Cíes é bem mais impressionante.

  • Distância: 2.6 km entre Posto de informação e Farol
  • Ida e Volta
  • Duração: cerca de 1 hora
  • Desnível: 55 metros
O que fazer nas Ciés
Rota do Farol da Porta

Rota do Alto do Príncipe

Esta rota segue para a ilha de Monte Agudo, e é quase sempre a subir, mas sem um inclinação muito alta. Boa parte do percurso é feito à sombra o que ajuda bastante. Existem aqui bastantes abrunheiros e matagal de tojo, a vegetação típica da ilha.

Pelo caminho passa-se também pela praia das Figueiras, pelo que pode aproveitar para a ir explorar. Do topo do Alto do Príncipe a vista para a ilha O Faro, o lago, e a praia de Rodas é fabulosa.

  • Distância: 1.7 km entre Posto de informação e Alto do Príncipe
  • Ida e Volta
  • Duração: cerca de 45 minutos a 1 hora
  • Desnível: 95 metros
Como ir ás Ciés
Rota do Alto do Príncipe

Rota do Farol do Peito

Este percurso é também de ida e volta e partilha uma parte do percurso da rota do alto do Príncipe, e por isso também permite ir à praia de das Figueiras e à duna de Muxieiro.

A partir da divisão do percurso, esta rota leva-nos a percorrer a parte mais a norte da ilha e tem uma pequena parte circular que nos permite ir ao farol e ao posto de observação de aves sem andar para trás e para a frente.

O farol não é especialmente interessante, mas de lá e do posto podemos apreciar também as falésias da ilha e as aves. Ao fundo temos também a costa galega e a ilha de Ons.

  • Distância: 2.5 km entre Posto de informação e Alto do Príncipe
  • Ida e Volta, com pequena parte circular
  • Duração: cerca de 1 hora
  • Desnível: 60 metros

Apesar de serem 4 trilhos, na prática pode fazer os dois percursos oficiais da ilha do Faro num dia, e os outros dois da ilha de Monte Agudo noutro. Se só quiser fazer um percurso aconselhamos fazer do Farol de Cíes, com um desvio para ir à praia de Nossa Senhora. É a rota mais bonita, e a praia é imperdível.

Actividades das Cíes
Rota do Farol do Peito

Acampar

Acampar nas Cíes apenas é possível no parque de campismo. É proibido fazer campismo selvagem nas ilhas. Ainda assim, é uma forma de agradável de estar em contacto com a natureza e relaxar.

Além de nos permitir passar a noite e aproveitar ao máximo o tempo nas ilhas Cíes, o parque é excelente e fica situado num local bonito, onde se vê o lago e tem todas as amenidades que precisamos, desde as casas de banho e duche até ao restaurante e café com esplanadas e ainda o único supermercado da ilha.

Acampar nas Cíes
Acampar nas Cíes

Starlight

O Starlight é uma experiência que apenas é possível para quem passar a noite no Cíes. É um tour oferecido pelo parque de campismo que consiste em ir ver as estrelas, aproveitando a reduzida poluição luminosa que o isolamento das ilhas nos traz.

O tour dura apenas 45-50 minutos e é nos dada informação básica sobre as estrelas, constelações, planetas e satélites que conseguimos ver no céu das Cíes. É interessante e uma atividade diferente para se fazer. Quando fizemos custou apenas 8 Euros por pessoa.

Melhores coisas para fazer nas Cíes
As Cíes é dos melhores sitios para observar estrelas

Kayak

Os tours de Kayak são também feitos pelo parque de campismo, mas estão acessíveis a todos. Com um custo de 30 Euros por pessoa, têm duas horas, e levam-nos a ver as ilhas por outro ângulo.

São a atividade perfeita para quem gosta de desportos aquáticos e quer usufruir da beleza das águas das Cíes e descobrir a orografia, a fauna e a flora das ilhas. Existem normalmente dois tours por dia, mas marque com a antecedência possível pois podem esgotar.

Snorkeling

Os tours de snorkeling são em tudo semelhantes aos do Kayak, pois são também organizados pelo parque. Permitem ver o fundo do mar, os peixes e outros animais que lá habitam.

Para quem gosta de snorkeling as ilhas Cíes são fabulosas pois a água tem excelente visibilidade. No entanto, não se esqueça que é água bem fria.

Se tiver material de snorkeling não precisa de fazer o tour, e pode fazer snorkeling a partir das praias, nomeadamente da Praia de Nossa Senhora e da Praia dos Bolos.

Observação de Aves

Uma das coisas a fazer nas Cíes é a observação de Aves, pois existem algumas espécies interessastes como o Corvo Marinho. Há dois pontos de observação de Aves, um na ilha O Farol outra em Monte Agudo. Em ambos vai ver imensas gaivotas, e se tiver sorte e engenho algumas outras espécies.

Apesar de existirem estes dois pontos construídos para o efeito, é possível observar diversas aves em todos os pontos da ilha.

Ver Aves nas Cíes
Observatório de Aves

Onde ficar em Vigo?

Caso não queira acampar a única opção é ficar na costa galega, e aí na nossa opinião o melhor é ficar em Vigo. Naturalmente Vigo tem imensas opções de alojamento, e para todos os gostos.

O Hotel Bahia de Vigo é uma excelente opção pois fica localizado junto ao Porto e oferece todo o conforto e comodidades que precisa como o excelente pequeno-almoço e o parque. Dada a localização e o conforto, os preços são bem razoáveis. Reserve aqui.

Se quiser um hotel ainda mais confortável e luxuoso, aconselhamos o AC Hotel Palacio Universal. Este hotel de luxo foi construído num edifício histórico do século XIX situado também muito perto do Porto. Os quartos são excelentes e confortáveis. Veja se ainda há vagas aqui.

O que levar às Cíes?

A resposta à pergunta o que levar quando visitar as ilhas Cíes depende muito se vai acampar ou apenas por um dia. Se vai apenas um dia, na prática é uma ida à praia e natureza pelo que apenas necessita de levar:

  • Bilhete de barco e autorização de entrada;
  • Água – no Verão é quente húmido pelo que necessita de se manter hidratado;
  • Snacks – existe supermercado, café e restaurante, mas se quiser poupar e fazer piquenique pode levar comida consigo;
  • Roupa de banho, chapéu e protetor solar;
  • Calçado de caminhada se quiser explorar os trilhos – até dá para fazer de havaianas, mas não é tão confortável;
  • Telemóvel ou câmara para tirar fotos;
  • Saco do lixo para trazer todo o lixo que fizer na viagem – importante pois não existem caixotes de lixo na ilha;
  • Mochila para levar tudo isto;

Se vai acampar nas Cíes necessita de levar mais algumas coisas:

  • Tenda e sacos cama – caso não os queira alugar
  • Refeições completas – para não ter de ir aos restaurantes a todas as refeições
  • Casaco/Corta-Vento e calças – no caso de estar frio/vento à noite

Como sempre, por favor não faça lixo. Traga tudo o que levar consigo.

o que deve saber sobre as Ciés
Ligação entre as ilhas da Cíes

Regras e cuidados a ter nas Cíes

Parte integrante do Parque Nacional Ilhas Atlânticas as ilhas Cíes são um paraíso de praias paradisíacas e águas cristalinas, com um ambiente natural lindíssimo e que precisa de ser preservado por todos. São também um observatório de fauna e flora único. Assim, alguns dos cuidados a ter e regras a cumprir são:

  • Leve o seu lixo de volta consigo – não há caixotes de lixo nas ilhas;
  • Não arranque flores ou frutos;
  • Não perturbe ou alimente os animais;
  • Não faça fogos;
  • Só é permitido acampar dentro do parque de campismo;
  • Não permitida a pesca desportiva;
  • Não leve consigo conchas ou qualquer outro elemento natural – nem sequer a areia;
  • Não se pode voar drones;
  • Não se pode levar qualquer animal para as ilhas, com excepção de cães-guia;
  • Só se pode circular dentro dos caminhos marcados;
vale a pena ir as Cíes
Trilhos nas ilhas Cíes

Sharing is caring!