visitar o campo de concentração e memorial de dachau

A visita ao campo de concentração de Dachau foi o ultimo tour em Munique e a última paragem na nossa viagem pela Baviera, Austria e República checa.

Na realidade tivemos algumas dúvidas sobre este tour, se o devíamos ou não fazer… É obviamente um lugar com uma história e atmosfera muito pesada. Não é propriamente o lugar mais divertido para se terminar uma viagem, mas sabem que mais? Foi uma excelente ideia ir a Dachau e visitar este campo de concentração…

Como visitar o campo de concentração de Dachau

Descobrir a história, expandir os nossos conhecimentos, ou simplesmente perceber uma nova perspectiva num determinado tema é uma parte importante de viajar, da nossa forma de viajar. Fazer um tour no memorial de Dachau dá-nos tudo isto, e ainda mais. Existem imensas companhias privadas a fazer o tour, incluindo alguns “free walking tours” mas neste caso decidimos optar por fazer o oficial.

Como visitar o memorial de Dachau

Se estiver a planear visitar o campo de concentração de Dachau note que é muito mais do que uma atracção turística. É um memorial e haja conscientemente, tenha respeito por todos os que morreram e sofreram aqui.

Como visitar o campo de concentração de Dachau

É possível visitar o memorial de graça, desde que seja feito sem visita guiada. A entrada no memorial é grátis e apenas se tem de pagar 3 euros pelo estacionamento, caso vá de carro. 

As autoridade alemãs decidiram não fazer qualquer lucro com este lugar e dedica-lo simplesmente a educar cada pessoa sobre este passado sombrio e nada distante.

visita guiada ao campo de concentração de Dachau

O tour oficial ao Campo de Concentração de Dachau

Apesar do memorial estar aberto das 9:00 as 17:00, os tours oficiais são apenas às 11:00 e as 13:00. O tour demora cerca de 2 horas e 30 minutos. Notem que este não é um tour grátis, mas custa apenas 3 Euros por pessoa. Provavelmente acabará por gastar bem mais que isso num tour privado. Além do mais, no tour oficial, terá um guia alemão experiente e muito conhecedor de toda a realidade da Alemanha Nazi. Não sei quanto a vocês, mas se vou à Alemanha, aprender sobre a história da Alemanha, prefiro ter um especialista Alemão a guiar-me neste viagem.

Este tour consiste numa visita guiada através do antigo campo de concentração, dos edifícios históricos e por uma parte da exposição permanente do museu. O objectivo do tour é dar-nos um conhecimento básico sobre a história do campo de concentração de Dachau, do memorial e também responder à questão, o que é este pedaço de história tem a ver connosco hoje?

Visitar o memorial de Dachau

O que se pode aprender visitando o campo de concentração de Dachau

Tal como dissemos anteriormente ir a Dachau é uma oportunidade para aprender. Estas são algumas das coisas que descobrimos enquanto visitávamos o memorial e campo de concentração de Dachau:

  • Não é nem o pior nem o maior campo de concentração, mas é muito importante porque foi o primeiro a ser criado (apenas 6 semanas depois de Hitler chegar ao poder)
  • Dachau era o modelo a partir do qual todos os outros foram criados. Era, de uma certa forma, uma escola de violência. 
  • De acordo com os Nazis, não era um campo de concentração, era um “campo de Educação” para a oposição.
  • Não houve execuções em Dachau, era sobretudo usado para distribuir prisioneiros para outros campos.
  • Os Nazis evitaram fazer execuções em território Alemão.
  • Funcionava com o sistema de Kapo, onde alguns prisioneiros faziam o “trabalho sujo” para manter a ordem interna.
  • Aprendemos como funcionava toda a hierarquia interna do campo, e o sistema de distintivos coloridos para identificar os prisioneiros.
  • Existiam Judeus em Dachau, mas estes não era os únicos nem sequer a maioria dos prisioneiros. Haviam polacos, russos, ciganos, deficientes, opositores ao regime, homossexuais, entre outros…
  • Aquando da libertação, e depois de se aperceberem do que aconteceu dentro do campo os soldados (americanos) começaram uma campanha matando todos os oficiais das SS que estavam no campo. Cerca de 50 foram mortos, antes deles serem parados.
  • Todos os soldados americanos foram absolvidos em tribunal marcial
  • Depois da guerra o campo de Dachau continuou a ser usado como prisão e depois como campo de refugiados.
Tour oficial do campo de concentração de Dachau

A nossa perspectiva sobre uma visita ao campo de Concentração e memorial de Dachau

Ir ao campo de concentração de Dachau foi uma experiência esclarecedora e sobretudo enriquecedora. O lugar tem um uma história tão forte e sombria que quase se sentir no ar. O que lá aconteceu não pode ser esquecido ou apagado. Apesar do memorial ser agora um lugar calmo e sereno, foi-nos impossível não nos sentirmos inquietos e até ansiosos. É muito difícil desligar-nos do passado do lugar. Apesar de não ser visível, ele paira no ar…

Razões para visitar o campo de concentração de Dachau

De uma forma geral, ficamos muito satisfeitos por ter decidido ir a Dachau. Viajar é divertido, vamos a lugar lindíssimos, temos experiências culturais e aventuras mas é também uma forma de ficamos a conhecer melhor a natureza humana… o bom, o mau, e o diabólico. Com o tempo tendemos a esquecer quão más as coisas se podem tornar, e quão pouco humanos conseguimos ser…

Dachau e a Alemanha Nazi estão muito longe de ser um fenómeno único e isolado na nossa história.

Memorial no campo de concentração de Dachau

Sharing is caring!

shares